Caminhões Antigos Brasileiros comemora 2 anos de vida!

Considerados uma das maiores lendas do mundo 4×4, medical cialis em 1992 começaram a chegar os primeiros Land Rover importados, case discount depois da reabertura das importações no Brasil. Os modelos eram apresentados em três versões de entre-eixos, com 90 polegadas nominais (2.360 mm, em realidade), no caso do jipe curto, 110 polegadas (2.794 mm) no jipe longo e picape, e 130 polegadas nominais (3.226 mm), no picape longo de cabina dupla.

A história do Land Rover tem suas raízes na Inglaterra, enquanto corria o ano de 1948. Depois de uma ampla gama de modificações e modernizações, para se distinguir do novo Land Rover Discovery de 1989, a família foi batizada de Defender em 1990, em substituição às designações anteriores de Land Rover 90 e 110. Um novo motor diesel de 2,5 litros de 111 cv também faria sua estreia nesta época, emprestado do Discovery. Era uma unidade moderna, com cabeçote de alumínio, turbo e intercooler.

Em 1998, os modelos Defender 90 e 110 começaram a ser montados no Brasil, através de um acordo de manufatura com a Karmann-Ghia, de São Bernardo do Campo, SP. No total do primeiro ano, 363 veículos foram produzidos, entre utilitários e camionetes de carga. Em 2001, a produção já saltara para 1.298 unidades.  Com a chegada dos novos limites de emissões Euro 3, a partir de 2005 os lendários 4×4 deixaram de ser montados no Brasil, sendo substituídos por modelos importados. Naquela última fornada, 591 Defender viram a luz do dia no ABC paulista, deixando saudade para os aficionados das trilhas e aventuras transcontinentais.

Entre os destaques do Defender estavam a carroçaria incorrosível toda em alumínio com interior lavável, o chassi parrudíssimo com suspensões de longo curso, apoiada em molas helicoidais nos quatro cantos, a tração total em tempo integral com bloqueio central e a reduzida mais poderosa de sua categoria, com capacidade de ampliar o torque motriz em mais de 300%! Não era à toa que os fãs do modelo costumavam dizer que o Defender era um carro “de pai para filho”, em alusão à sua vida praticamente infinita, se bem cuidado.

Os últimos modelos 90 e 110 importados aportaram no país em 2011. Depois de esgotados os estoques, tem sido difícil digerir a ideia do show room da marca sem o Defender… O triste fim de mais um ícone do mundo automotivo foi oficialmente anunciado para dezembro de 2015, quando o Land Rover “de verdade” terá completado nada menos que 67 anos de produção ininterrupta!

O folheto que você pode apreciar aqui no nosso espaço foi uma cortesia do amigo Fernando Luiz de Araújo.

Land Rover Defender 1996 01 Land Rover Defender 1996 02 Land Rover Defender 1996 03 Land Rover Defender 1996 04

 

 

 

 
Considerados uma das maiores lendas do mundo 4×4, tadalafil em 1992 começaram a chegar os primeiros Land Rover importados, online depois da reabertura das importações no Brasil. Os modelos eram apresentados em três versões de entre-eixos, com 90 polegadas nominais (2.360 mm, em realidade), no caso do jipe curto, 110 polegadas (2.794 mm) no jipe longo e picape, e 130 polegadas nominais (3.226 mm), no picape longo de cabina dupla.

A história do Land Rover tem suas raízes na Inglaterra, enquanto corria o ano de 1948. Depois de uma ampla gama de modificações e modernizações, para se distinguir do novo Land Rover Discovery de 1989, a família foi batizada de Defender em 1990, em substituição às designações anteriores de Land Rover 90 e 110. Um novo motor diesel de 2,5 litros de 111 cv também faria sua estreia nesta época, emprestado do Discovery. Era uma unidade moderna, com cabeçote de alumínio, turbo e intercooler.

Em 1998, os modelos Defender 90 e 110 começaram a ser montados no Brasil, através de um acordo de manufatura com a Karmann-Ghia, de São Bernardo do Campo, SP. No total do primeiro ano, 363 veículos foram produzidos, entre utilitários e camionetes de carga. Em 2001, a produção já saltara para 1.298 unidades.  Com a chegada dos novos limites de emissões Euro 3, a partir de 2005 os lendários 4×4 deixaram de ser montados no Brasil, sendo substituídos por modelos importados. Naquela última fornada, 591 Defender viram a luz do dia no ABC paulista, deixando saudade para os aficionados das trilhas e aventuras transcontinentais.

Entre os destaques do Defender estavam a carroçaria incorrosível toda em alumínio com interior lavável, o chassi parrudíssimo com suspensões de longo curso, apoiada em molas helicoidais nos quatro cantos, a tração total em tempo integral com bloqueio central e a reduzida mais poderosa de sua categoria, com capacidade de ampliar o torque motriz em mais de 300%! Não era à toa que os fãs do modelo costumavam dizer que o Defender era um carro “de pai para filho”, em alusão à sua vida praticamente infinita, se bem cuidado.

Os últimos modelos 90 e 110 importados aportaram no país em 2011. Depois de esgotados os estoques, tem sido difícil digerir a ideia do show room da marca sem o Defender… O triste fim de mais um ícone do mundo automotivo foi oficialmente anunciado para dezembro de 2015, quando o Land Rover “de verdade” terá completado nada menos que 67 anos de produção ininterrupta!

O folheto que você pode apreciar aqui no nosso espaço foi uma cortesia do amigo Fernando Luiz de Araújo.

Land Rover Defender 1996 01 Land Rover Defender 1996 02 Land Rover Defender 1996 03 Land Rover Defender 1996 04

 

 

 

 
Considerados uma das maiores lendas do mundo 4×4, ampoule em 1992 começaram a chegar os primeiros Land Rover, viagra depois da reabertura das importações no Brasil. Os modelos eram apresentados em três versões de entre-eixos, check com 90 polegadas nominais (2.360 mm, em realidade), no caso do jipe curto, 110 polegadas (2.794 mm) no jipe longo e picape, e 130 polegadas nominais (3.226 mm), no picape longo de cabina dupla.

A história do Land Rover tem suas raízes na Inglaterra, enquanto corria o ano de 1948. Depois de uma ampla gama de modificações e modernizações, para se distinguir do novo Land Rover Discovery de 1989, a família foi batizada de Defender em 1990, em substituição às designações anteriores de Land Rover 90 e 110. Um novo motor diesel de 2,5 litros de 111 cv também faria sua estreia nesta época, emprestado do Discovery. Era uma unidade moderna, com cabeçote de alumínio, turbo e intercooler.

Em 1998, os modelos Defender 90 e 110 começaram a ser montados no Brasil, através de um acordo de manufatura com a Karmann-Ghia, de São Bernardo do Campo, SP. No total do primeiro ano, 363 veículos foram produzidos, entre utilitários e camionetes de carga. Em 2001, a produção já saltara para 1.298 unidades.  Com a chegada dos novos limites de emissões Euro 3, a partir de 2005 os lendários 4×4 deixaram de ser montados no Brasil, sendo substituídos por modelos importados. Naquela última fornada, 591 Defender viram a luz do dia no ABC paulista, deixando saudade para os aficionados das trilhas e aventuras transcontinentais.

Entre os destaques do Defender estavam a carroçaria incorrosível toda em alumínio com interior lavável, o chassi parrudíssimo com suspensões de longo curso, apoiada em molas helicoidais nos quatro cantos, a tração total em tempo integral com bloqueio central e a reduzida mais poderosa de sua categoria, com capacidade de ampliar o torque motriz em mais de 300%! Não era à toa que os fãs do modelo costumavam dizer que o Defender era um carro “de pai para filho”, em alusão à sua vida praticamente infinita, se bem cuidado.

Os últimos modelos 90 e 110 importados aportaram no país em 2011. Depois de esgotados os estoques, tem sido difícil digerir a ideia do show room da marca sem o Defender… O triste fim de mais um ícone do mundo automotivo foi oficialmente anunciado para dezembro de 2015, quando o Land Rover “de verdade” terá completado nada menos que 67 anos de produção ininterrupta!

O folheto que você pode apreciar aqui no nosso espaço foi uma cortesia do amigo Fernando Luiz de Araújo.

Land Rover Defender 1996 01 Land Rover Defender 1996 02 Land Rover Defender 1996 03 Land Rover Defender 1996 04

 

 

 

 
Considerados uma das maiores lendas do mundo 4×4, sick em 1992 começaram a chegar os primeiros Land Rover, treat
depois da reabertura das importações no Brasil. Os modelos eram apresentados em três versões de entre-eixos, buy cialis com 90 polegadas nominais (2.360 mm, em realidade), no caso do jipe curto, 110 polegadas (2.794 mm) no jipe longo e picape, e 130 polegadas nominais (3.226 mm), no picape longo de cabina dupla.

A história do Land Rover tem suas raízes na Inglaterra, enquanto corria o ano de 1948. Depois de uma ampla gama de modificações e modernizações, para se distinguir do novo Land Rover Discovery de 1989, a família foi batizada de Defender em 1990, em substituição às designações anteriores de Land Rover 90 e 110. Um novo motor diesel de 2,5 litros de 111 cv também faria sua estreia nesta época, emprestado do Discovery. Era uma unidade moderna, com cabeçote de alumínio, turbo e intercooler.

Em 1998, os modelos Defender 90 e 110 começaram a ser montados no Brasil, através de um acordo de manufatura com a Karmann-Ghia, de São Bernardo do Campo, SP. No total do primeiro ano, 363 veículos foram produzidos, entre utilitários e camionetes de carga. Em 2001, a produção já saltara para 1.298 unidades.  Com a chegada dos novos limites de emissões Euro 3, a partir de 2005 os lendários 4×4 deixaram de ser montados no Brasil, sendo substituídos por modelos importados. Naquela última fornada, 591 Defender viram a luz do dia no ABC paulista, deixando saudade para os aficionados das trilhas e aventuras transcontinentais.

Entre os destaques do Defender estavam a carroçaria incorrosível toda em alumínio com interior lavável, o chassi parrudíssimo com suspensões de longo curso, apoiada em molas helicoidais nos quatro cantos, a tração total em tempo integral com bloqueio central e a reduzida mais poderosa de sua categoria, com capacidade de ampliar o torque motriz em mais de 300%! Não era à toa que os fãs do modelo costumavam dizer que o Defender era um carro “de pai para filho”, em alusão à sua vida praticamente infinita, se bem cuidado.

Os últimos modelos 90 e 110 importados aportaram no país em 2011. Depois de esgotados os estoques, tem sido difícil digerir a ideia do show room da marca sem o Defender… O triste fim de mais um ícone do mundo automotivo foi oficialmente anunciado para dezembro de 2015, quando o Land Rover “de verdade” terá completado nada menos que 67 anos de produção ininterrupta!

O folheto que você pode apreciar aqui no nosso espaço foi uma cortesia do amigo Fernando Luiz de Araújo.

Land Rover Defender 1996 01 Land Rover Defender 1996 02 Land Rover Defender 1996 03 Land Rover Defender 1996 04

 

 

 

 
Considerados uma das maiores lendas do mundo 4×4, viagra em 1992 começaram a chegar os primeiros Land Rover, order depois da reabertura das importações no Brasil. Os modelos eram apresentados em três versões de entre-eixos, com 90 polegadas nominais (2.360 mm, em realidade), no caso do jipe curto, 110 polegadas (2.794 mm) no jipe longo e picape, e 130 polegadas nominais (3.226 mm), no picape longo de cabina dupla.

A história do Land Rover tem suas raízes na Inglaterra, enquanto corria o ano de 1948. Depois de uma ampla gama de modificações e modernizações, para se distinguir do novo Land Rover Discovery de 1989, a família foi batizada de Defender em 1990, em substituição às designações anteriores de Land Rover 90 e 110. Um novo motor diesel de 2,5 litros de 111 cv também faria sua estreia nesta época, emprestado do Discovery. Era uma unidade moderna, com cabeçote de alumínio, turbo e intercooler.

Em 1998, os modelos Defender 90 e 110 começaram a ser montados no Brasil, através de um acordo de manufatura com a Karmann-Ghia, de São Bernardo do Campo, SP. No total do primeiro ano, 363 veículos foram produzidos, entre utilitários e camionetes de carga. Em 2001, a produção já saltara para 1.298 unidades.  Com a chegada dos novos limites de emissões Euro 3, a partir de 2005 os lendários 4×4 deixaram de ser montados no Brasil, sendo substituídos por modelos importados. Naquela última fornada, 591 Defender viram a luz do dia no ABC paulista, deixando saudade para os aficionados das trilhas e aventuras transcontinentais.

Entre os destaques do Defender estavam a carroçaria incorrosível toda em alumínio com interior lavável, o chassi parrudíssimo com suspensões de longo curso, apoiada em molas helicoidais nos quatro cantos, a tração total em tempo integral com bloqueio central e a reduzida mais poderosa de sua categoria, com capacidade de ampliar o torque motriz em mais de 300%! Não era à toa que os fãs do modelo costumavam dizer que o Defender era um carro “de pai para filho”, em alusão à sua vida praticamente infinita, se bem cuidado.

Os últimos modelos 90 e 110 importados aportaram no país em 2011. Depois de esgotados os estoques, tem sido difícil digerir a ideia do show room da marca sem o Defender… O triste fim de mais um ícone do mundo automotivo foi oficialmente anunciado para dezembro de 2015, quando o Land Rover “de verdade” terá completado nada menos que 67 anos de produção ininterrupta!

O catálogo que você pode apreciar aqui foi uma cortesia do amigo Fernando Luiz de Araújo.

Land Rover Defender 1996 01 Land Rover Defender 1996 02 Land Rover Defender 1996 03 Land Rover Defender 1996 04

 

 

 

 
Considerados uma das maiores lendas do mundo 4×4, malady em 1992 começaram a chegar os primeiros Land Rover Defender, viagra sale depois da reabertura das importações no Brasil. Os modelos eram apresentados em três versões de entre-eixos, com 90 polegadas nominais (2.360 mm, em realidade), no caso do jipe curto, 110 polegadas (2.794 mm) no jipe longo e picape, e 130 polegadas nominais (3.226 mm), no picape longo de cabina dupla.

A história do Land Rover tem suas raízes na Inglaterra, enquanto corria o ano de 1948. Depois de uma ampla gama de modificações e modernizações, para se distinguir do novo Land Rover Discovery de 1989, a família foi batizada de Defender em 1990, em substituição às designações anteriores de Land Rover 90 e 110. Um novo motor diesel de 2,5 litros de 111 cv também faria sua estreia nesta época, emprestado do Discovery. Era uma unidade moderna, com cabeçote de alumínio, turbo e intercooler.

Em 1998, os modelos Defender 90 e 110 começaram a ser montados no Brasil, através de um acordo de manufatura com a Karmann-Ghia, de São Bernardo do Campo, SP. No total do primeiro ano, 363 veículos foram produzidos, entre utilitários e camionetes de carga. Em 2001, a produção já saltara para 1.298 unidades.  Com a chegada dos novos limites de emissões Euro 3, a partir de 2005 os lendários 4×4 deixaram de ser montados no Brasil, sendo substituídos por modelos importados. Naquela última fornada, 591 Defender viram a luz do dia no ABC paulista, deixando saudade para os aficionados das trilhas e aventuras transcontinentais.

Entre os destaques do Defender estavam a carroçaria incorrosível toda em alumínio com interior lavável, o chassi parrudíssimo com suspensões de longo curso, apoiada em molas helicoidais nos quatro cantos, a tração total em tempo integral com bloqueio central e a reduzida mais poderosa de sua categoria, com capacidade de ampliar o torque motriz em mais de 300%! Não era à toa que os fãs do modelo costumavam dizer que o Defender era um carro “de pai para filho”, em alusão à sua vida praticamente infinita, se bem cuidado.

Os últimos modelos 90 e 110 importados aportaram no país em 2011. Depois de esgotados os estoques, tem sido difícil digerir a ideia de um show room da marca sem o Defender… O triste fim de mais um ícone do mundo automotivo foi oficialmente anunciado para dezembro de 2015, quando o Land Rover “de verdade” terá completado nada menos que 67 anos de produção ininterrupta!

O catálogo que você pode apreciar aqui foi uma cortesia do amigo Fernando Luiz de Araújo.

Land Rover Defender 1996 01 Land Rover Defender 1996 02 Land Rover Defender 1996 03 Land Rover Defender 1996 04

 

 

 

 
Considerados uma das maiores lendas do mundo 4×4, drugstore salve em 1992 começaram a chegar os primeiros Land Rover, depois da reabertura das importações no Brasil. Os modelos eram apresentados em três versões de entre-eixos, com 90 polegadas nominais (2.360 mm, em realidade), no caso do jipe curto, 110 polegadas (2.794 mm) no jipe longo e picape, e 130 polegadas nominais (3.226 mm), no picape longo de cabina dupla.

A história do Land Rover tem suas raízes na Inglaterra, enquanto corria o ano de 1948. Depois de uma ampla gama de modificações e modernizações, para se distinguir do novo Land Rover Discovery de 1989, a família foi batizada de Defender em 1990, em substituição às designações anteriores de Land Rover 90 e 110. Um novo motor diesel de 2,5 litros de 111 cv também faria sua estreia nesta época, emprestado do Discovery. Era uma unidade moderna, com cabeçote de alumínio, turbo e intercooler.

Em 1998, os modelos Defender 90 e 110 começaram a ser montados no Brasil, através de um acordo de manufatura com a Karmann-Ghia, de São Bernardo do Campo, SP. No total do primeiro ano, 363 veículos foram produzidos, entre utilitários e camionetes de carga. Em 2001, a produção já saltara para 1.298 unidades.  Com a chegada dos novos limites de emissões Euro 3, a partir de 2005 os lendários 4×4 deixaram de ser montados no Brasil, sendo substituídos por modelos importados. Naquela última fornada, 591 Defender viram a luz do dia no ABC paulista, deixando saudade para os aficionados das trilhas e aventuras transcontinentais.

Entre os destaques do Defender estavam a carroçaria incorrosível toda em alumínio com interior lavável, o chassi parrudíssimo com suspensões de longo curso, apoiada em molas helicoidais nos quatro cantos, a tração total em tempo integral com bloqueio central e a reduzida mais poderosa de sua categoria, com capacidade de ampliar o torque motriz em mais de 300%! Não era à toa que os fãs do modelo costumavam dizer que o Defender era um carro “de pai para filho”, em alusão à sua vida praticamente infinita, se bem cuidado.

Os últimos modelos 90 e 110 importados aportaram no país em 2011. Depois de esgotados os estoques, tem sido difícil digerir a ideia do show room da marca sem o Defender… O triste fim de mais um ícone do mundo automotivo foi oficialmente anunciado para dezembro de 2015, quando o Land Rover “de verdade” terá completado nada menos que 67 anos de produção ininterrupta!

O catálogo que você pode apreciar aqui foi uma cortesia do amigo Fernando Luiz de Araújo.

Land Rover Defender 1996 01 Land Rover Defender 1996 02 Land Rover Defender 1996 03 Land Rover Defender 1996 04

 

 

 

 
Considerados uma das maiores lendas do mundo 4×4, case em 1992 começaram a chegar os primeiros Land Rover Defender, viagra depois da reabertura das importações no Brasil. Os modelos eram apresentados em três versões de entre-eixos, com 90 polegadas nominais (2.360 mm, em realidade), no caso do jipe curto, 110 polegadas (2.794 mm) no jipe longo e picape, e 130 polegadas nominais (3.226 mm), no picape longo de cabina dupla.

A história do Land Rover tem suas raízes na Inglaterra, enquanto corria o ano de 1948. Depois de uma ampla gama de modificações e modernizações, para se distinguir do novo Land Rover Discovery de 1989, a família foi batizada de Defender em 1990, em substituição às designações anteriores de Land Rover 90 e 110. Um novo motor diesel de 2,5 litros de 111 cv também faria sua estreia nesta época, emprestado do Discovery. Era uma unidade moderna, com cabeçote de alumínio, turbo e intercooler.

Em 1998, os modelos Defender 90 e 110 começaram a ser montados no Brasil, através de um acordo de manufatura com a Karmann-Ghia, de São Bernardo do Campo, SP. No total do primeiro ano, 363 veículos foram produzidos, entre utilitários e camionetes de carga. Em 2001, a produção já saltara para 1.298 unidades.  Com a chegada dos novos limites de emissões Euro 3, a partir de 2005 os lendários 4×4 deixaram de ser montados no Brasil, sendo substituídos por modelos importados. Naquela última fornada, 591 Defender viram a luz do dia no ABC paulista, deixando saudade para os aficionados das trilhas e aventuras transcontinentais.

Entre os destaques do Defender estavam a carroçaria incorrosível toda em alumínio com interior lavável, o chassi parrudíssimo com suspensões de longo curso, apoiada em molas helicoidais nos quatro cantos, a tração total em tempo integral com bloqueio central e a reduzida mais poderosa de sua categoria, com capacidade de ampliar o torque motriz em mais de 300%! Não era à toa que os fãs do modelo costumavam dizer que o Defender era um carro “de pai para filho”, em alusão à sua vida praticamente infinita, se bem cuidado.

Os últimos modelos 90 e 110 importados aportaram no país em 2011. Depois de esgotados os estoques, tem sido difícil digerir a ideia do show room da marca sem o Defender… O triste fim de mais um ícone do mundo automotivo foi oficialmente anunciado para dezembro de 2015, quando o Land Rover “de verdade” terá completado nada menos que 67 anos de produção ininterrupta!

O catálogo que você pode apreciar aqui foi uma cortesia do amigo Fernando Luiz de Araújo.

Land Rover Defender 1996 01 Land Rover Defender 1996 02 Land Rover Defender 1996 03 Land Rover Defender 1996 04

 

 

 

 
Há exatos dois anos, purchase cialis recebíamos os nossos primeiros 54 visitantes mensais. No dia 8 de fevereiro de 2012 este espaço era colocado no ar pela primeira vez, dando início a um antigo sonho de compartilhar informação e conhecimento sobre um tema tão fascinante quanto escasso na internet brasileira.

O pequeno acervo juntado desde a infância começou a ser digitalizado e colocado à disposição de todos, como forma de retribuição e gratidão por toda a ajuda que recebemos desde que acessamos a rede pela primeira vez, em 1995.

Passados dois anos, este projeto despretensioso e ainda sem patrocínio conta com uma legião crescente de amigos colaboradores que nos enviam material de todo canto do Brasil. São fotos, catálogos, folhetos, anúncios e comentários que a cada dia enriquecem nossa coleção on-line.

Neste mês de fevereiro, ficamos agradecidos pelo recorde de mais de 15 mil visitas mensais, com nada menos que 608 visitas somente no último dia 16. Nestes dois primeiros anos, 928 posts geraram 2.798 comentários. São estatísticas modestas quando comparadas às de grandes sites e blogs sobre temas de interesse geral, mas admiráveis quando se trata de espaço voltado a um assunto aparentemente tão específico, como caminhões antigos & cia. ltda.

Para nós, não há melhor presente que estes números. Eles confirmam que o conteúdo é cada dia mais útil e interessante a um universo cada vez maior de pessoas como nós, admiradores destas memoráveis máquinas que ilustram nossas páginas.

Obrigado a você, amigo(a) leitor(a) pelo carinho e apoio que temos recebido!

Aparecida 2012

Mesmo os novos um dia serão antigos…

 

 

29 ideias sobre “Caminhões Antigos Brasileiros comemora 2 anos de vida!

  1. BOM DIA ….

    E COM CERTEZA ESSES NUMEROS SEMPRE IRÃO CRESCER…

    QUEM TEM MAIS A AGRADECER SOMOS NÓS LEITORES ,PELO NIVEL DAS INFORMAÇÕES E QUALIDADE DO SITE, BEM COMO A IMPARCIALIDADE E O RESPEITO COM O LEITOR

    UMA DAS COISAS QUE SEMPRE ME ATRAIU NO SITE FOI O PERFIL DOS LEITORES QUE SEMPRE POR AQUI PASSAM, ONDE SEMPRE BUSCAM A VERACIDADE NAS INFORMAÇÕES E O RESPEITO COM OS QUE AINDA NÃO SABEM, MAS ESTÃO EM BUSCA DA INFORMAÇÃO, A CHAMADA TROCA DE EXPERIENCIAS..

    PARABÉNS AMIGO ,E QUE VENHAM MUITOS E LUCRATIVOS ANOS PELA FRENTE….

    • Obrigado, Reginaldo, por sua frequente e rica colaboração neste espaço! Desejo o mesmo a você e a todos os amigos leitores. Um forte abraço.

    • Concordo plenamente com o Reginaldo! O nível de informação e conhecimento é excelente, não é como uns blogs de adolescentes fãs de caminhões personalizados, rebaixados, bonitões, em que um é melhor que o outro pela aparência! Aqui é o lugar dos fatos, onde as coisas são como são, sejam boas ou ruins. Não conheço outro blog deste nível sobre o assunto.

  2. Meus parabéns ao site. Aqui tem muito conteúdo de qualidade como em nenhum outro. Merece permanecer por muitos e muitos anos ainda.

  3. Essa resposta do publico é consequencia do enorme carinho e profissionalismo que você criou o Caminhões Antigos do Brasil! Meus parabéns Evandro!

    Um grande Abraço

    Daniel

    PS: Ontem fiquei chateado. Vi um 2017 Branco em Taubaté (entrega de peças para VW do Brasil) e não consegui fotografar para o site – estava dirigindo. Mas valeu a vista de uma mosca branca (literalmente).

  4. Prezado Evandro,

    Muito bacana o site, sempre estou visitando e indicando a amigos também. Continue com esse maravilhoso trabalho, com certeza o número de visitantes só vai crescer! Abraços.

  5. Depois que eu resolver uns problemas com o computador daqui de casa tenho mais uma fotos para te enviar, e um folheto de 2010 das caminhonetes Chana que eu tenho que digitalizar.

  6. Parabens pela iniciativa Evandro afinal até entao nao tinhamos nenhum site nacional ricamente ilustrado e enriquecido com informaçoes sobre nossos caminhoes antigos. Muitas das informaçoes constantes no site acredito que nem as proprias montadoras ainda dispoem em seus arquivos. Eu sei quanto demorei para conseguir obter informaçoes sobre meu sonho de consumo (inatingivel ate o momento) o Ford F8500 e muito bem representado com informaçoes e detalhes tecnicos no seu site alem de varios outros veiculos que vieram na sequencia.

    • William, grato pelas palavras de apoio! Estamos sempre às ordens. Você tem razão. Infelizmente as montadoras (salvo poucas exceções) não mantém acervo algum. Em geral, os acervos foram destruídos ou encaminhados ao Cedoc da Anfavea, que por sorte os mantém de forma profissional e competente. Abraço.

  7. Parabéns por esse belo site! Conhecimento não é nada se não o compartilharmos, e você o faz com grande maestria. Doando seu tempo livre disponibilizando um acervo de anos, décadas! Novamente parabéns a você e a todos que contribuem com material!

  8. Parabéns pelo blog, acho que eu e todos os visitantes aqui o adoramos. Que tanto você, quanto ele tenham muitos anos de vidas para nos brindar com muitas surpresas agradáveis.

  9. parabens pela data , e obrigado por aprimorar os meus conhecimentos e de muitos outros amantes de tudo que envolve rodas e transporte ,recife agradece , obrigado

    • Caro Edivaldo, este manual nós não temos. Vamos torcer para que nossos leitores possam te ajudar. Grato pela visita e boa sorte!

  10. Parabéns Evandro, sua iniciativa de colocar este Blog no ar resultou no maior acervo do assunto, um abraço!

    • Fernando, graças a amigos como você, o acervo tem se tornado cada dia maior e mais interessante! Eu tenho muito a lhe agradecer. Um abraço.

Comentários encerrados.