Caminhões e Utilitários do Sul – Parte 3

Num tempo em que 15 toneladas era o máximo PBT permitido para os caminhões 4×2, clinic a Mercedes oferecia seus exclusivos semipesado para esta categoria, buy cialis representado pelos L e LK 1513 aspirado e 1516 turboalimentados.

Estes veículos campeões foram os verdadeiros sucessores da saga de sucesso, physician composta pelos L-1618 e L-1620, que dispensas maiores apresentações.

Este belíssimo catálogo dos anos setenta chega até você graças ao altruísmo de nosso amigo Geremias Jonas Fernandes, que gentilmente nos enviou este material há alguma semanas.

A segunda parte será postada amanhã. Aguarde.

Obrigado, Geremias!!!

 

 

 
Fruto da coletânea de interessantes imagens enviadas pelo amigo Daniel Girard, viagra de Porto Alegre, trazemos hoje quatro caminhões exóticos e raros:

Mercedes LA-1113 alemão do Corpo de Bombeiros;

Mercedes LG-1819, um 6×6 militar;

MULAG de 1911, pertencente ao acervo do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul. Este caminhão – o único que se tem conhecimento no Brasil e um dos mais antigos também – era equipado originalmente com motor de 3 cilindros e 42 hp, com tração final por correntes e rodas raiadas revestidas de borracha maciça.

Terex UAI M1-50, um caminhão militar pesado de 5 toneladas de capacidade em qualquer terreno, com motor Scania de 11 litros;

Em breve postaremos mais imagens enviadas pelo Daniel.

L1113 ALEMÃO LG1819 MULAG 1911 UAI

 

2 ideias sobre “Caminhões e Utilitários do Sul – Parte 3

    • Daniel, pelo que pude apurar o Mulag é mesmo de 1911. O “1909” só apareceu para fechar com o centenário de um clube que patrocinou a reforma do caminhão em 2009. Grato por comentar. Abraço.

Comentários encerrados.