Caterpillar D4E – 1983

Caterpillar D4E 1983 01 Caterpillar D4E 1983 02 Caterpillar D4E 1983 03 Caterpillar D4E 1983 04 Caterpillar D4E 1983 05 Caterpillar D4E 1983 06

Uma das máquinas de esteira mais populares da Caterpillar, ed o D4E podia ser encontrado em quase todo o tipo de serviço, de pequenas a grandes obras de construção e mesmo na agropecuária. Seu motor 3304 de 7 litros e 80 hp era extremamente confiável. Havia duas opções de transmissão: a servo-transmissão, mais adequada aos serviços com constantes reversões de sentido, tal como lâmina ou escarificador; ou a direta, indicada para esforços constantes na barra, como a tração de implementos agrícolas.

Este belo e completo catálogo faz parte do acervo do amigo Fernando Luiz de Araújo.

11 ideias sobre “Caterpillar D4E – 1983

  1. BOA NOITE….

    MAIS UM POST QUE ME REMETEM AO TEMPO DE ADOLESCENTE, AINDA LEMBRO DE ALGUMAS MANHÃS GELADAS (e quando se fala em frio na região de curitiba é feio hein…) QUE PASSEI COM MEU PAI DESMONTANDO E MONTANDO ESSA MAQUINAS COM RODAS DE FERRO NO MEIO DA TERRA FOFA, COM UMA GARRAFA DE CAFÉ E A SAUDOSA KOMBI FURGÃO 82 QUE ANDAVAMOS ,BONS TEMPOS, MESMO COM OS DEDOS MACHUCADOS DEVIDO A POUCA PRATICA….

    SEMPRE GOSTEI DOS CATERPILAR, BEM RESPEITADOS ,MESMO COM A PREFERENCIA DO PAI PELOS FIAT-ALLIS, MARCA INCLUSIVE QUE O VELHO ERA REFERENCIA AQUI NA REGIÃO… E EU ,APENAS UM MULEQUE CHEIO DE QUERER ENTENDER DO ASSUNTO…. BONS TEMPOS

    • Olá, amigo Reginaldo! Que bacana seu relato. Dá até para imaginar a aventura, só de pensar nas manhãs gélidas de Curitiba! Forte abraço.

  2. Certa vez peguei um D4E emprestado dos meus tios…Meu pior pesadelo! Máquina de esteira para a Zona Rural chama-se FiatAllis AD7 (de preferência a B que tem platô e disco).

    A D4 que peguei tinha transmissão direta com engate excêntrico, sei disso porque tive o desprazer de ver isso desmontado na minha mão! Tive que trocar uma dessas placas e na época, 10 anos atrás, cada placa custava R$3.600,00 por um disco de ferro!!!!!

    Outra peculiaridade da D4 é o seu motor 4 cilindros (que aprendi hoje que é de 7 litros!). Com seus 80cv, bebe em demasia, dá medo de ver. E se mal acostumado, só pega se ligar o aquecedor por 10 segundos. No caso da D4 que usava, tinha que aquecer mesmo no verão. O motor estava “acostumado” desse jeito.

    A lâmina da D4 não é das maiores e o seu emprego em situações que exigem esforço ela sente demais, muito mais do que a AD7, que além de tudo, tem uma plaina mais larga.

    Com todas essas caracteristicas, muitos devem se perguntar, porquê do sucesso da D4? Além do nome Caterpillar, a D4 é uma máquina extremamente rápida o que a faz perfeita em serviços de acabamento em terraplanagens. Ela é rapida enquanto a Fiat é muito reduzida. Dai a presença maciça de Cat nas terraplanagens e de FiatAllis (agora New Holland Construction) na agricultura.

    Uma curiosidade, até alguns anos atrás (uns 20 anos), a Cat era a unica que usava motorização própria. A FiatAllis usava os MWM D229 e TD229 nas AD7 e AD9 – atualmente é o D229 na AD7 e o Cummins 6.CT8.3 nas demais e a Komatsu usava o Mercedes OM352 e posteriormente o OM366 nas versões mais leves.

    • Daniel, obrigado pelo rico comentário! A propósito, temos aqui o catálogo do FiatAllis 7D também com motor MWM 229, que vamos postar em breve, para melhor ilustrar sua análise. Não temos o AD7. Um abraço.

  3. Bom dia, amigo leitor! Acabamos de corrigir o título e o texto deste post, grafados erroneamente como “D4D”, em lugar de “D4E”. Desculpe-nos pela falha. Um abraço.

  4. sou operador de maquinas de terraplanagem desde a infancia e já operei varios cat D4,D6,D7,D8 E FIAT ALLIS também e operei Caterpillar daqueles de levantar a lamina no guincho sou fã n um dos caterpillar tenho varios prospectos dos cat inclusive dos moto scrapers .

    • Amigo Jânio, desculpe a demora para responder. Se quiser contribuir com o site, por favor envie cópias digitalizadas para nosso e-mail: caminhao.brasil@hotmail.com, ou podemos digitalizar para você, se nos enviar por correio. Devolvemos tudo, inclusive uma mídia com a digitalização. Obrigado por seu interessante relato. Abraço.

  5. Evandro, tem uma fazenda perto da fazenda do meu pai que tem um trator de esteira antigo caterpillar , sendo que o dono dela ta podre de rico e nao compra um novo , vou ver qual e o modelo , mais ai eu vi que a caterpillar e uma marca muito boa e esse trator estava abrindo estradas na fazenda ate um tempo atras.

    • Lucas, estes Cat são muito valentes. Meu falecido bisavô tinha um antigo Caterpillar D2 que tinha motor diesel auxiliar para dar partida. Não tinha motor de arranque elétrico, imagina? Grato por comentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Complete a conta. *