Chevrolet Veraneio Ambulância – 1989

Voltado ao mercado de ônibus urbanos e intermunicipais, sovaldi sale o Mercedes OH-1517 era um chassi para encarroçamento com motor OM-355/5 instalado na traseira. Emprestado do caminhão L-1519 e suas variantes, buy cialis o motor de 5 cilindros e 9,6 litros tinha sua potência abrandada para 170 cv (ante os 192 cv) e trabalhava em par com uma transmissão G-3/60, de 5 marchas e redução total de 6,1:1.

Com eixo traseiro 5,71:1 e pneus 10.00 x 20, o OH-1517 podia atingir 74 km/h e superar aclives de até 24,5%, com o PBT de 15 toneladas. Oferecido entre 1976 e 1987, o OH-1517 tinha entre eixos de 5,55 metros.

OH-1517 1 OH-1517 2
Parte da extensa coleção do amigo Fernando Luiz de Araújo, viagra hoje estamos adicionando este interessante folheto do Chevrolet Veraneio em sua versão ambulância, health da edição de 1989.

Observe a curiosa posição do pneu e roda sobressalente no detalhe abaixo.

Veraneio 1989 Ambulancia 01 Veraneio 1989 Ambulancia 02

 

 

5 ideias sobre “Chevrolet Veraneio Ambulância – 1989

  1. Dessa geração eu não me lembro de ter visto nenhuma Veraneio ambulância. Talvez por eu ser nascido em ’90, já na época da reabertura aos importados, tenha visto mais furgões como a Chevrolet Trafic (aquela com a grade protuberante, antes de vir como Renault Trafic ou Chevrolet SpaceVan), e entre os nacionais ainda via mais Caravan, Kombi e até mesmo a D-20 em função da maior facilidade em adaptar uma capota mais alta para facilitar a movimentação da equipe de socorro e acomodar com mais conveniência os equipamentos no compartimento traseiro.

    • Daniel, desculpe todo este tempo para te responder. Curioso este fato de tua idade e do grande salto que o mercado deu de lá para cá. Para mim, nascido em 1968, ambulância sempre foi Veraneio. Essa coisa moderna de vans, Sprinter, Ducato, etc. & tal, ainda não foi processada no meu subconsciente…rs!

  2. Apesar de ser da safra de 1991, lembro-me de ter visto ao menos umas duas Veraneio das primeiras gerações (até 1988), uma, em particular, ainda com aquela sirene pneumática, berrando enlouquecidamente, andando a toda no meu bairro, em socorro de alguém… Cena que nunca me esqueci!

    Das Veraneio mais recentes, tal como esta, curiosamente não me lembro muito, só de algumas como viaturas policiais (aqui em Florianópolis tivemos até Gurgel Carajás quatro portas como veículo policial, mas isso é outra prosa) e de uma ou outra particular que roda maciamente até hoje.

    Puxa, vendo essas coisas que percebo o quão rápido passa o tempo!

    • Caro Douglas, obrigado por seu interessante relato! De fato, o tempo está voando. Um grande abraço.

    • Cheguei a ver Veraneio quadrada na PMSC com alguma regularidade até meados de 2002, depois só esporadicamente até 2010 quando vi uma camuflada a serviço do BOPE já se aproximando ao fim da vida útil operacional.

Comentários encerrados.