Ford F-600 – 1974

L 610 1 L 610 2

Para enriquecer nossa recente discussão sobre os caminhões Mercedes a etanol da era do Proálcool, drugstore  o amigo leitor Luiz Alberto Pereira Lima, do Paraná, nos foi o gentil bastante para enviar fotos de um raro L-610 que ele avista há tempos.

Junto das imagens, o Luiz enviou os seguintes comentários:

“Boa noite, Evandro.

Tirei fotos do Mercedinho L-610 aqui de Pinhais-PR. Não sei se ele esta original, mas faz muitos anos que o vejo neste mesmo lugar, uma espécie de frutaria. Eu havia dito que ele tinha faixas azuis no comentário do post dos Mercedes a álcool, mas agora está com faixas cinzas que não são as originais. Espero que o pessoal goste. As fotos ficaram ruins porque tirei de dentro do carro, mas da para ver o emblema na lateral.

Abraços.”

Se original, como tudo indica ser, este 610 é um dos 119 produzidos entre 1984 e 1986. Seu motor era o M-314 O de 3,8 litros, 98 cv e 322 Nm, operando no Ciclo Otto, mas é grande a possibilidade de o modelo das fotos ter sido convertido para o tradicional OM-314 diesel.

Maiores informações sobre o modelo você pode encontrar aqui:

 
L 610 1 L 610 2

Para enriquecer nossa recente discussão sobre os caminhões Mercedes a etanol da era do Proálcool, hospital  o amigo leitor Luiz Alberto Pereira Lima, do Paraná, nos foi o gentil bastante para enviar fotos de um raro L-610 que ele avista há tempos.

Junto das imagens, o Luiz enviou os seguintes comentários:

“Boa noite, Evandro.

Tirei fotos do Mercedinho L-610 aqui de Pinhais-PR. Não sei se ele esta original, mas faz muitos anos que o vejo neste mesmo lugar, uma espécie de frutaria. Eu havia dito que ele tinha faixas azuis no comentário do post dos Mercedes a álcool, mas agora está com faixas cinzas que não são as originais. Espero que o pessoal goste. As fotos ficaram ruins porque tirei de dentro do carro, mas da para ver o emblema na lateral.

Abraços.”

Se original, como tudo indica ser, este 610 é um dos 119 produzidos entre 1984 e 1986. Seu motor era o M-314 O de 3,8 litros, 98 cv e 322 Nm, operando no Ciclo Otto, mas é grande a possibilidade de o modelo das fotos ter sido convertido para o tradicional OM-314 diesel.

Maiores informações sobre o modelo você pode encontrar aqui:

 
L 610 1 L 610 2

Para enriquecer nossa recente discussão sobre os caminhões Mercedes a etanol da era do Proálcool, help  o amigo leitor Luiz Alberto Pereira Lima, viagra do Paraná, pharm nos foi o gentil bastante para enviar fotos de um raro L-610 que ele avista há tempos.

Junto das imagens, o Luiz enviou os seguintes comentários:

“Boa noite, Evandro.

Tirei fotos do Mercedinho L-610 aqui de Pinhais-PR. Não sei se ele esta original, mas faz muitos anos que o vejo neste mesmo lugar, uma espécie de frutaria. Eu havia dito que ele tinha faixas azuis no comentário do post dos Mercedes a álcool, mas agora está com faixas cinzas que não são as originais. Espero que o pessoal goste. As fotos ficaram ruins porque tirei de dentro do carro, mas da para ver o emblema na lateral.

Abraços.”

Se original, como tudo indica ser, este 610 é um dos 119 produzidos entre 1984 e 1986. Seu motor era o M-314 O de 3,8 litros, 98 cv e 322 Nm, operando no Ciclo Otto, mas é grande a possibilidade de o modelo das fotos ter sido convertido para o tradicional OM-314 diesel.

Maiores informações sobre o modelo você pode encontrar aqui: http://caminhaoantigobrasil.com.br/category/catalogos-e-folhetos/mercedes-benz-caminhoes-catalogos/mercedinho-original/l-610-alcool-1985/

 
L 610 1 L 610 2

Para enriquecer nossa recente discussão sobre os caminhões Mercedes a etanol da era do Proálcool, pharm  o amigo leitor Luiz Alberto Pereira Lima, look do Paraná, advice nos foi o gentil bastante para enviar fotos de um raro L-610 que ele avista há tempos.

Junto das imagens, o Luiz enviou os seguintes comentários:

“Boa noite, Evandro.

Tirei fotos do Mercedinho L-610 aqui de Pinhais-PR. Não sei se ele esta original, mas faz muitos anos que o vejo neste mesmo lugar, uma espécie de frutaria. Eu havia dito que ele tinha faixas azuis no comentário do post dos Mercedes a álcool, mas agora está com faixas cinzas que não são as originais. Espero que o pessoal goste. As fotos ficaram ruins porque tirei de dentro do carro, mas da para ver o emblema na lateral.

Abraços.”

Se original, como tudo indica ser, este 610 é um dos 119 produzidos entre 1984 e 1986. Seu motor era o M-314 O de 3,8 litros, 98 cv e 322 Nm, operando no Ciclo Otto, mas é grande a possibilidade de o modelo das fotos ter sido convertido para o tradicional OM-314 diesel.

Maiores informações sobre o modelo você pode encontrar aqui: http://caminhaoantigobrasil.com.br/category/catalogos-e-folhetos/mercedes-benz-caminhoes-catalogos/mercedinho-original/l-610-alcool-1985/

 
FORD F-600 Diesel TM novembro 1974

Mais uma entre as tantas contribuições do amigo Alfredo Rodrigues, see este anúncio do Ford F-600 originalmente publicado na Revista Transporte Moderno em novembro de 1974 é inusitado por duas razões: primeiro pela aplicação do médio da Ford como cavalo-mecânico rodoviário, prescription um tanto rara numa época em que este trabalho ficava a cargo de caminhões pesados Scania, Fiat/FNM e Mercedes. Segundo, por que a foto denota um F-750, a julgar pelas rodas e cubos dianteiros, mais pesados neste modelo de 13 toneladas brutas. A única explicação que nos ocorre é alguma confusão do pessoal da agência de publicidade e/ou do próprio pessoal de marketing da montadora.

Na chamada do anúncio, observe a alfinetada no Mercedes L-1113, o principal alvo do Fordão F-600.

5 ideias sobre “Ford F-600 – 1974

  1. Não é só alfinetada não Evandro, tem uns chutes ao 1113 quando ele fala que no “F-600 diesel, você não precisa dividir o lugar com o motor” e fala do isolamento termo acustivo, fato este sempre ruim nos MBB pré cara-preta.

    • Caro Miltom, não que saibamos. Esta é justamente a maior curiosidade da foto. Este, na verdade, parece ser um F-750. Grato por comentar.

Comentários encerrados.