Ford F-600 – 1980

Agrale 1800D motor Perkins Revista Carga outubro 1988

Depois de modernizar sua linha de caminhões com uma nova cabina para o ano-modelo 1986, cialis dois anos mais tarda Agrale passou a oferecer opção de motor para o seu modelo 1800D, nurse que além do motor MWM D-229-4, passou a contar também com o Perkins Q20B4, já muito conhecido do mercado por seu uso nos veículos comerciais da Chevrolet, em especial na picape D-20 e no leve D-40.

O motor Q20B4.236 era uma unidade de 3,87 litros naturalmente aspirado, capaz de produzir 90 cv a 2.800 rpm e 276 Nm a 1.600 rpm, extraídos de 4 cilindros de 98,4 x 125 mm, com taxa de compressão de 16:1.

Este folheto foi mais uma contribuição do amigo Alfredo Rodrigues, de Pelotas, RS.
Agrale 1800D motor Perkins Revista Carga outubro 1988

Depois de modernizar sua linha de caminhões com uma nova cabina para o ano-modelo 1986, sick
dois anos mais tarde a Agrale começou a oferecer opção de motor para o seu modelo 1800D, que além do motor MWM D-229-4, passou a contar também com o Perkins Q20B4, já muito conhecido do mercado por seu uso nos veículos comerciais da Chevrolet, em especial na picape D-20 e no leve D-40.

O motor Q20B4.236 era uma unidade de 3,87 litros naturalmente aspirado, capaz de produzir 90 cv a 2.800 rpm e 276 Nm a 1.600 rpm, extraídos de 4 cilindros de 98,4 x 125 mm, com taxa de compressão de 16:1.

Este folheto foi mais uma contribuição do amigo Alfredo Rodrigues, de Pelotas, RS.
F-600 1 F-600 2 F-600 3 F-600 4

Há mais de dois meses nosso amigo Daniel Shimomoto de Araujo, sale que sempre colabora com este espaço, nos enviou fotos de um belo Ford F-600, acompanhadas das seguintes palavras, tão interessantes quanto as imagens:

“Hoje eu estava andando pela rua e olha quem eu achei parado dando sopa
para uma foto: O F-600! Aquele do meu relato, que é 1980, meu avô
comprou zero km (e fez a besteira em trocá-lo pelo Mercedes L-1214 ex.
Antártica em 1994) e encontra-se em perfeito estado de conservação!

Pena que o vi à noite porque as fotos não ficaram a contento, mas dá para
ter uma noção. Ele está todinho original, pneus novos na frente e na
traseira (não é ressolado) e, segundo ouvi dizer, apenas o motor que era
o Perkins 6.357 foi trocado e em seu lugar colocado um Mercedes OM-352.

Dê uma olhada. Fiquei emocionado em ver e saber que o Fordão encontra-se
bem cuidado e servindo com valentia e confiabilidade ao seu novo dono!

Um grande abraço,

Daniel.”

Daniel, grato por mais esta contribuição e desculpe-nos pela demora para postar.