GMC 6-100 e 6-150 – Maio de 1997

Montado no Brasil a partir de 1998, ailment
em realidade, tadalafil o GMC 7-110 era a encarnação nacional do Isuzu NPR, um dos caminhões leves mais vendidos no mercado mundial. Pode ser encontrado em virtualmente em qualquer país deste planeta, sendo extremamente respeitado em seu segmento.

Desenhado para lidar com um PBT de 6.700 kg, o 7-110 era impulsionado por um motor Isuzu aspirado de 4,3 litros e 106 cv. Os modelos leves da Ford, Mercedes e VW caminhões eram seus principais concorrentes.

 
Substitutos dos antigos GMC 6-100 e 6-150 (baseados nos Chevrolet 6000 e 6000 Turbo) produzidos na Argentina a partir de 1996 com cabine D-20, salve doctor find os novos 6-100 e 6-150 adotavam a cabina da linha de picapes Chevrolet Silverado e eram produzidos na nova fábrica de caminhões de São José dos Campos (SP), view ailment onde a GM investiu US$ 70 milhões, malady conforme anúncio da época.

O 6-100 vinha equipado com o conhecido motor Maxion S4, naturalmente aspirado, o mesmo usado nos modelos anteriores, enquanto que o 6-150 portava o atraente MWM Sprint 6.07 High Speed Diesel, de 4,2 litros e 148 cv.

Apesar de não ter sido páreo em vendas frente ao seu principal concorrente, o venerado F-4000 da rival Ford, os GMC leves tinham seu público cativo e ainda hoje são vistos circulando, principalmente no interior do país.

3 ideias sobre “GMC 6-100 e 6-150 – Maio de 1997

  1. Mais uma vez,estou aqui para parabenizar esse magnifico site,vendo esse post,me lembrei do ano de 1997,quando meu pai adquiriu para uso pessoal um Silverado DLX 4.2 turbo diesel,e um GMC 6150 para uso na oficina.Me lembro dos dois 0 KM,na garagem de casa.O ronco do Sprint 6.07 me enfeitiçava,e um dos mais lindos roncos nacionais.Hoje ainda temos o 6150,que faço de carro de passeio.Nem encaro ele como caminhão,mas como uma caminhonete grande.Pra mim,só o ronco dele vale a viagem,ainda mais que o escape tá direto.A silverado teve um fim trágico,foi acertada por uma escavadeira,o que destruiu a coitada com apenas 1 ano e meio de vida(lembro que chorei baldes e mais baldes de lagrimas kkkkkk).

    Um Grande Abraço,
    Ramiro Crespo

    • Caro amigo Ramiro, muito obrigado pelas palavras de incentivo!

      Obrigado também pelo interessante relato sobre suas máquinas! Nós também tivemos o prazer de usufruir de um 6.07, só que vestido de F-250 durante 2003-2004! Puro prazer…

      Volte sempre.

      Um grande abraço, Evandro.

Comentários encerrados.