Iveco Scudato 60.13 – 2005

Concebido como chassi-curvão para encarroçamento de miniônibus voltado ao transporte urbano, ampoule turístico ou escolar, check o Scudato era derivado do caminhão Iveco Daily. As primeiras unidades produzidas aparecem nas estatísticas da ANFAVEA a partir de setembro de 2000.

A versão Euro 2 denominada Scudato 49.12 contava com motor Iveco 8140.43 de 2,8 litros, 122 cv e 284 Nm, PBT de 5.200 kg, e entre-eixos de 3.600 mm.

Com a chegada do Proconve Fase 5 (Euro 3), a Iveco atualizou o Scudato que passou por uma série de modificações e ganhou a designação 60.13. O PBT foi ampliado para 6.200 kg, o motor 8140.43 S “Common Rail” passou a produzir 125 cv e 285 Nm. Os pneus 195/75 R 16 do antigo 49.12 cresceram para 225/75 R 16, agora calçados em rodas mais largas.

Hoje em dia, o DNA do Scudato continua vivo em seu descendente, o Iveco CityClass, com PBT de 7.200 kg, motor F1C de 170 cv e caixa ZF de seis velocidades à frente, oferecido em quatro distintas versões.

Scudato 6013-1 Scudato 6013-3 Scudato 6013-4 Scudato 6013-2

8 ideias sobre “Iveco Scudato 60.13 – 2005

    • Daniel, na verdade trata-se do modelo Cityclass, não do 60.13. Naquele tempo ainda não havia tal programa. Grato por comentar.

      • Mas eu já havia visto uns modelos com uma especificação semelhante à daquele projeto, montados com chassi Iveco, em 2007 no interior de Santa Catarina.

      • Evandro, tem alguns raros montados em carroceria Marcopolo Fratello, porém a grande maioria foi montada nos Neobus Thunder Boy e Cityclass, acho que só a geração mais nova que foi montada excluisvamente nos Cityclass.

        • Até hoje eu só vi Marcopolo Fratello encarroçado sobre chassi Volkswagen, mas lembro de haver visto fotos de exemplares com chassi Iveco e esses eram mais parecidos com o Vicino (que era montado com chassi Mercedes-Benz).

          • Daniel, bem observado. Em tempo, é bom tê-lo de volta aqui nos comentários. Sempre agregadores. Grato.

Comentários encerrados.