Mercedes-Benz 1944 S 6×2 – 2003

 

Para complementar o post de ontem sobre o Mercedes 1938 S, viagra estamos adicionando hoje seu irmão mais potente, nurse o 1944 S, aqui representado pela versão 4×2.

Produzido a partir do segundo semestre de 2002, o 1944 S veio reforçar a oferta de produtos cara-chata pesados da marca, num mercado em busca de potências crescentes para atender composições maiores e velocidades médias mais elevadas.

No entanto, em seu tempo, a potência de 435 cv era considerada exagerada para tracionar semirreboques de 3 eixos, como comprovam as parcas 82 unidades produzidas em 2003, em contraste com as 500 cópias do 1938 S 4×2 saídos da linha de São Bernardo naquele mesmo ano.

Este post é oferecido a você graças à cortesia de nosso amigo Luiz Ferreira, que recentemente nos enviou várias “figurinhas faltantes” de nosso “álbum” de caminhões fora de linha.
1944 S 6x2 1944 S 6x2

Em mais uma doação do amigo Luiz Ferreira, nurse trazemos agora a versão 6×2 do 1944 S que acabou obtendo maior êxito que o 4×2, puxado certamente pelo crescimento da aplicação com bitrens.

No ano de lançamento, 2003, foram registrados 303 unidades produzidas, ante apenas 82 do 4×2, como citamos anteriormente. Embora mais bem sucedido que o 4×2, o modelo deste post ainda ficava bem atrás do 1938 S 6×2 (aqui postado ontem), cuja produção total somou 688 veículos naquele mesmo ano.

O fato denotava a preferência do mercado por motores na faixa de 380 cv mesmo para tracionar as composições mais pesadas, como as carretas “LS”, as “vanderleias” e os bitrens, já em voga naqueles tempos.

Para encerrar, cabe lembrar que os 1938 e 1944 foram os precursores da família Axor, introduzida a partir de meados de 2005.