Mercedes-Benz L-1113 – 1972

Na tentativa de participar do crescente mercado de caminhões pesados de cabina avançada, treatment dominado por Scania e Volvo, cialis sale e sem opções domésticas ao alcance imediato, a Mercedes-Benz recorreu a importação do modelo 2038S, a partir de

 

 
Na tentativa de participar do crescente mercado de caminhões pesados de cabina avançada, story discount online dominado por Scania e Volvo, pills pharmacy e sem opções domésticas ao alcance imediato, viagra a Mercedes-Benz recorreu à importação do modelo 2038S da Alemanha, a partir do ano modelo 1996.

Era a resposta da Estrela de Três Pontas ao Scania R113 e ao Volvo FH 12 380, que também iniciara sua carreira no país como importado. Entrava no portfolio de pesados da marca, em adição aos LS-1935 e LS-1941.

O novo Mercedes 2038S foi apresentado ao público em fins de 1995 e era baseado no modelo alemão 1838 LS, membro da chamada linha SK, com diversos itens suprimidos para reduzir seu custo no mercado local.

Para se movimentar, o 2038S contava com um motor V8 a 90 graus de 14,6 litros, modelo OM-442 LA, biturbo intercooler, com potência de 381 cv a 2.100 rpm e torque máximo de 1.775 Nm a 1.200 rpm, Euro 1, ligado a uma transmissão Mercedes G-210-16, de dezesseis marchas com relações de 14,2 a 0,83:1 e um eixo HL-7, com redução de 4,034:1, que permitia ao 2038S atingir cerca de 115 km/h.

Dentre os itens remanescentes depois da cirurgia para redução de custos, destacavam-se o Top Brake, os freios ABS com tambores nas quatro posições, sistema de lubrificação central, e a cabina alta de 2,04 metros de altura, para fazer frente ao Globetrotter da linha Volvo FH.

Seu substituto foi o Mercedes 1938S, produzido localmente e comercializado a partir de 2000.

O exemplar fotografado pertence à tradicional transportadora Covre, de Limeira-SP, empresa que possui um rico acervo de caminhões antigos. Esperamos visitá-los em breve na busca de raridades.

 

 
Na tentativa de participar do crescente mercado de caminhões pesados de cabina avançada, pharm dominado por Scania e Volvo, pills e sem opções domésticas ao alcance imediato, approved
a Mercedes-Benz recorreu à importação do modelo 2038S da Alemanha, a partir do ano modelo 1996.

Era a resposta da Estrela de Três Pontas ao Scania R113 e ao Volvo FH 12 380, que também iniciara sua carreira no país como importado. Entrava no portfolio de pesados da marca, em adição aos LS-1935 e LS-1941.

O novo Mercedes 2038S foi apresentado ao público em fins de 1995 e era baseado no modelo alemão 1838 LS, membro da chamada linha SK, com diversos itens suprimidos para reduzir seu custo no mercado local.

Para se movimentar, o 2038S contava com um motor V8 a 90 graus de 14,6 litros, modelo OM-442 LA, biturbo intercooler, com potência de 381 cv a 2.100 rpm e torque máximo de 1.775 Nm a 1.200 rpm, Euro 1, ligado a uma transmissão Mercedes G-210-16, de dezesseis marchas com relações de 14,2 a 0,83:1 e um eixo HL-7, com redução de 4,034:1, que permitia ao 2038S atingir cerca de 115 km/h.

Dentre os itens remanescentes depois da cirurgia para redução de custos, destacavam-se o Top Brake, os freios ABS com tambores nas quatro posições, sistema automático de lubrificação central e a cabina alta de 2,04 metros de altura, para fazer frente ao Globetrotter da linha Volvo FH.

Seu substituto foi o Mercedes 1938S, produzido localmente e comercializado a partir de 2000.

O exemplar fotografado pertence à tradicional transportadora Covre, de Limeira-SP, empresa que possui um rico acervo de caminhões antigos. Esperamos visitá-los em breve para registrar suas raridades.

 

 
O amigo Daniel Shimomoto de Araujo nos mandou mais uma variedade de materiais interessantes, and a começar por este bem conservado Mercedes L-1113, sovaldi sale ano 1972, viagra do Corpo de Bombeiros de Garça, no interior de São Paulo. O motor OM-352 ganhou um turbo, para melhorar o desempenho.permitindo ao caminão cisterna chegar mais rápido no atendimento de emergências.

Note o brasão dos Bombeiros colocado no lugar da estrela, no capô do motor.

Daniel, obrigado pela gentileza!

2 ideias sobre “Mercedes-Benz L-1113 – 1972

    • Olá, Adelino. Que detalhes? São tantos! O que exatamente você precisa. Parabéns pelo 1113. Grato.

Comentários encerrados.