Mercedes-Benz L e LK-1316, L-1313 A “Cara Preta”

Graças ao amigo Reginaldo Bernardi, physician discount hoje trazemos a segunda parte do manual compartilhado por ele.

Obrigado, Reginaldo!

 
Nos anos oitenta, malady a Mercedes chegou a anunciar em sua linha turboalimentada de 13 toneladas brutas  um inusitado LS-1313 A, health ao lado dos conhecidos modelos L e LK-1316, there como denota o catálogo deste post.

A busca nas estatísticas de produção do período não revelam modelo sequer fabricado com esta nomenclatura, cuja razão de existir nos é desconhecida, adicionando mais um enigma nas variadas nomenclaturas da Mercedes-Benz.

Infelizmente, a antiga digitalização a nós doada teve seu rodapé seccionado, omitindo a data do catálogo, que talvez pudesse ajudar a solucionar a saga do raro LS-1313 A, jamais avistado por nós.

Se algum amigo leitor tiver detalhes sobre o modelo, por favor divida conosco e com os demais.

Obrigado!

1 - LS-1313-A 2 - LS-1313-A 3 - LS-1313-A

 

 

18 ideias sobre “Mercedes-Benz L e LK-1316, L-1313 A “Cara Preta”

    • Daniel amigo, que bom! Sinal que foram mesmo produzidos. Talvez sua produção tenha sido reportada como LS-1313, por isso não aparece nos relatórios antigos da Anfavea, onde consultamos. Abraço.

  1. BOA NOITE A TODOS…

    ASSIM COMO O AMIGO DANIEL,EU TAMBÉM JA VI UM DESSES LS 1313 A,ERA DE USO DA COPEL,COMPANIA DE ENERGIA ELETRICA DO PARANA, SE NÃO ME ENGANO A POUCO TEMPO FOI A LEILÃO,ASSIM QUE ENTROU OS 1726A,OPERAVA NO TRANSPORTE DE PEÇAS PARA TORRE DE ALTA TENSÃO,EU MESMO PENSAVA QUE ERA UM VEICULO ADAPTADO…

    NA EUROPA EXISTEM VARIOS MODELOS DE CAVALOS MECANICOS 4×4,ATÉ MESMO DE OUTRAS MARCAS,MAS POR AQUI ACREDITO QUE POUCOS DELES CHEGARAM A SER COMERCIALIZADOS,TALVEZ FICOU MAIS SOBRE ENCOMENDA…INTERESSANTE,MAIS UM ACHADO…É A MERCEDES E SUAS BITOLAS DE PREGO…

    • Reginaldo, boa tarde! Note que estamos falando do LS-1313 A (“A” de turbo, como no LS-1924 A) e não do LAS-1313, que também já avistamos por aí. O enigma reside no fato de a Mercedes ter preferido batizá-lo de LS-1313 A e não de LS-1316, como seria óbvio, assim como as variantes L e LK. Este é o ponto. Obrigado.

      • Evandro, eu acredito que tenha ocorrido a mesma estratégia, se é que podemos chamar assim, com relação ao LS-1924A e LS-1929.

        Outro caso similar, acontece atualmente com o Atego 1730, que apesar de se chamar 1730 tem os mesmo 286 cv do Atego 1729, porém, com 1250 Nm de torque ante 1120 Nm do modelo 1729.

        Um detalhe interessante eram os dois estágios de potência e torque do motor OM-352 A:156 cv e 44 mkgf e 170 cv e 47 mkgf.

        Abraço.

        • Claiton, desculpe a demora para responder e obrigado por suas palavras. Na verdade, os valores citados para o OM-352 A são os valores líquidos (com as deduções decorrentes dos acessórios do motor) e os valores brutos (sem as mesmas deduções). Na prática, o que vale para a real propulsão do veículo são os 156 cv e 44 mkgf. Um abraço.

  2. Bom dia prezado Evandro,

    Vou mandar para você uma propaganda da MBB de 1979 onde é citado o LS-1313.

    Abraços.

    • Amigo Giori, muito agradecido! Mas estou em busca de descobrir do que se tratava o LS-1313 A (com “A” de turbo, assim como no LS-1924 A). Sabe de algo? Abraço.

  3. BOA TARDE…

    PEÇO DESCULPAS POR CONFUNDIR…CONFESSO QUE NÃO TINHA NOTADO O DETALHE…

    • Grande amigo Reginaldo, imagine…! É confuso mesmo. Sobretudo quando se trata de um modelo raro como este tal de LS-1313 A. Mais um mistério a ser solucionado… Saudações caminhonisticas.

  4. O fator de quase ninguém avistar esse modelo LS é simplesmente pelo fato de ser cavalo-mecânico. Possivelmente, para o pequeno numero de vendas não valeria a pena registrar um nome novo para o modelo, utilizando assim a nomenclatura do modelo anterior, assim nas especificações teria o A mas no documento não. Ou foi só um erro mesmo, pois o A vem depois do modelo do motor e não da nomenclatura do caminhão. Esse modelo foi comercializado de 85 a 87.

  5. William e amigos deste post, esta questão do LS-1313 A e do LS-1316 tem nos encafifado.

    Vasculhei a literatura e descobri o seguinte: num catálogo de agosto de 1978, o LS-1316 aparece como um caminhão de 15 toneladas de PBT e CMT de 25 toneladas. Na verdade, deveria ter sido batizado como “LS-1516”, que, como sabemos, nunca existiu.

    Num prospecto de 1982, o LS-1316 não aparecia mais, somente os L e LK-1316. Então entra em cena o LS-1313 A com PBT de 13 toneladas e CMT de 22,5 toneladas. O que se pode supor é que o LS-1316 tenha ficado caro e/ou pesado demais e, portanto, tenha sido substituído pelo LS-1313 A.

    Em todo caso, nestes primeiros anos da década de 1980, não aparecem nas estatísticas oficiais nenhum LS-1313 A, apenas o LS-1313 e com volumes pífios.

    Acredito estarmos mais próximos de solucionar mais um “mistério da estrela”!

    Saudações caminhonísticas.

  6. Tem um numa revendedora perto de casa ano 84 , tanque pipa de 10.000 L turbinado e todo original , mais como era caminhão de empresa está mal cuidado , tirando o resto esta bom .

  7. esse modelo é o mesmo 1313 a diferença dele foi o fator de o mesmo ter saido de fabrica como cavalo mecanico ou no chasis rigido para aplicações severas e ele ja vinha com o diferencial reduzido de dupla velocidade. semelhante a este modelo tambem saiu antecessor dele que foi o 1113 com as mesma nomeclatura LS 1113 A quem ambos forao muito usados pelos cegonheiros com uma carreta de 1 eixo na epoca.

  8. Olá!
    Tenho uma dúvida sobre o turbo em caminhões antigos. Soube que existem três tipos de turbinamentos. O turbo original de fábrica, quando o caminhão sai turbinado de fábrica; o turbo instalado por terceiros em motores que saem de fábrica preparados para receber o turbo e o turbo instalado por terceiros em motores que não saem de fábrica preparados para receber o turbo, sendo chamado de “turbinado por fora”. Gostaria de saber se há algum aumento de potência e torque em relação ao motor original, nos três casos de turbinamento acima e quais as diferenças entre eles.
    Como exemplo podemos citar o modelo 1313, em que o motor original desenvolve 130 CV de potência e 37 mkgf de torque. O ganho de potência e torque no 1313 turbinado nos três tipos de turbinamento acima seria baixo ou chegaria próximo dos 156 CV e 44 mkgf do 1316?
    Obrigado.

Comentários encerrados.