Mercedes-Benz LS-1924-A – 1979

LS 1924A 1979

Com produção iniciada em fins de 1978, here o LS-1924-A chegou trazendo um novo alento de competitividade para a linha pesada da Mercedes-Benz no Brasil.

Num mercado dominado pelo Scania L111 (com mais de 1.800 produzidos naquele ano) e pelo irmão LS-1519 (mais de 1.700 cópias fabricadas em 1978) da mesma casa alemã, cialis o LS-1924 de motor aspirado viu apenas 240 unidades saírem pela linha de São Bernardo do Campo, order naquela temporada. Mesmo o Fiat 190, com 539 fabricados, se saía melhor que o 1924.

O motor aspirado de apenas 240 cv era um dos entraves do 1924, que tinha a menor potência da categoria de 40 toneladas de PBTC. Com a adição do motor turbo OM-355/6-A, de 285 cv líquidos, o novo 1924-A chegava para abocanhar um quinhão maior no mercado de cavalos mecânicos para carretas de três eixos.

Esta bonita peça publicitária de página dupla nos foi enviada pelo amigo André Giori, que sempre nos ajuda na construção deste espaço. Ao que tudo indica, o pano de fundo para a bela foto parece ser a Rodovia Rio-Santos, com um Mercedinho em sentido contrário. Através do para-brisa, note também o “maneco” cromado, típico acessório de época, nos anos setenta e oitenta.

6 ideias sobre “Mercedes-Benz LS-1924-A – 1979

  1. boa Noite Evandro e amigos do site caminhão antigo brasil, aproveitando seu comentário amigo Evandro sobre as vendas do fiat 190 neste seu post , peço por favor se tiver mais materiais sobre estes veículos fiat que ainda por ventura não postou quando puder nos presenteie com eles pois é muito difícil achar matérias ou coisas sobre eles, parabéns pelo site e pelo livro, é maravilhoso que algum como nos que somos verdadeiros apaixonados no meu caso especificamente posso disser “doente por caminhão” esteja com um projeto dessa magnitude sobre os nossos queridos caminhões brasileiros abraço e tudo de bom!

    • Caro Luiz Alberto, grato por seus comentários. Nós aqui também partilhamos da mesma “moléstia”…!

      Sugestão anotada quanto aos Fiat. Aliás, estes carros, Fiat 70, 80, 120, 130, 140, 190,…, mereciam ser mais restaurados e preservados. Os poucos que ainda rodam estão, em sua maioria, em estado lastimável. E os colecionadores, em geral, consideram-nos “patinhos feios”, com pouco apelo. Nós, ao contrário, se tivéssemos tempo e recursos, não pouparíamos esforços para ter “um de cada” destes clássicos italianos “made in Duque de Caxias”!

      Grande abraço.

  2. quando foi lançado recebeu muitos elogios principalmente por seu desempenho superior sobre o 1519 e 1924 nas subidas e era um caminhão inconfundível pela cabine branca com parachoque lameiras na vermelho/vinho so não lembro se teve boas vendas

  3. Sou admirador desse site,parabéns…. O primeiro cavalo mecânico que viagei na vida,no fim dos anos 70 foi um LS 1924A branco, com parachoque vinho,engatado numa carreta tanque;sai de Araraquara até Votuporanga buscar leite para Nesté….que saudades…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Complete a conta. *