Mercedes-Benz: Manual Eixo Dianteiro e Direção – 1976 – Parte 1

Inspirados por um amigo nosso que está reformando um Dodge D-700, ed resolvemos trazer para você, stuff amigo leitor, purchase um post sobre o mesmo.

O D-700 é um caminhão de relevante importância histórica, já que remete aos primeiros dias da Chrysler brasileira, representando seu produto de estreia na linha de caminhões.

Com produção iniciada em abril de 1969, o Dodge oferecia opções de motor diesel ou gasolina, já na aurora deste tipo de propulsor, que depois de reinar por sete décadas debaixo dos capôs de caminhões no mundo todo, vivia seus últimos anos.

No caso do D-700, sua casa de máquinas abrigava o venerável Dodge 318, na sua versão HD, para serviço pesado. Tratava-se de um engenho V8 de 5,2 litros e 196 hp, com 42 mkgf de torque. Números respeitáveis e que proporcionavam um desempenho destacado na categoria de 11 toneladas, na qual competia o D-700.

Preocupada com concorrentes do quilate do Mercedes L-1113, ou mesmo do Ford F-600 e do Chevrolet D-60, a Chrysler também preparou uma versão diesel, com motor Perkins 6.357, de 5,8 litros, bom para 140 hp e pouco mais de 40 mkgf de torque.

O modelo também oferecia um amplo leque de transmissões à escolha do comprador: eram quatro opções, das quais três estavam disponíveis também para o V8.

Além do mérito de ser o primeiro Dodge nacional, o D-700 preparou o terreno para a chegada dos demais modelos da linha, como o picape D-100, o leve D-400 e os médios e semipesados, D-750, D-900 e D-950 que se seguiram.

O outro D-700 que temos neste acervo on-line é com o sufixo “DI”, já produzido pela Volkswagen Caminhões. Você pode encontrar tal folheto aqui: http://caminhaoantigobrasil.com.br/category/catalogos-e-folhetos/chrysler-dodge-de-soto-catalogos-e-folhetos/dodge-d700-di/

 

 

 
As marcas neste precioso manual de setembro de 1976 dão clara ideia de quanto foi útil ao pai de nosso amigo Reginaldo Bernardi, capsule de Colombo, salve PR, pills que fez a enorme gentileza de compartilhar seu rico acervo conosco.

Suas páginas trazem informações interessantíssimas sobre os trens dianteiros empregados nos populares Mercedes dos anos setenta.

Breve traremos as demais páginas para você.

ED1 ED2 ED3 ED4 ED5 ED6 ED7 ED8

 

2 ideias sobre “Mercedes-Benz: Manual Eixo Dianteiro e Direção – 1976 – Parte 1

  1. OLA EVANDRO…

    MUITO BEM OBSERVADO SEU COMENTARIO AMIGO…SOU TESTEMUNHA QUE ESTE MATERIAL (bem como os demais) FORAM REALMENTE APLICADOS EM CAMPO…NÃO FICARAM SÓ NA GAVETA…ESPERO QUE AINDA SEJAM UTEIS…

    GRATO PELA ATENÇÃO…

    • Reginaldo amigo, estas marcas acrescentam ainda mais valor ao material, por deixarem impressas a sua utilização, com o nobre fim de reparar ou manter aquelas maravilhosas máquinas que ajudaram (e ainda o fazem) a construir nosso país. E de saber que seu pai foi protagonista desta história, nos passa uma enorme responsabilidade de digitalizar estas literaturas com extremo cuidado. Abraços!

Comentários encerrados.