Mercedes-Benz O-370 – 1985

O370 1985

Lançado em 1984 como substituto do O-364, find prescription o monobloco O-370 trouxe uma pequena revolução conceitual aos ônibus da marca da estrela, case incorporando importantes avanços, drugstore como a suspensão pneumática, os motores turboalimentados e uma inédita versão 6×2, diminuindo a defasagem da Mercedes frente aos concorrentes.

Produzidos na fábrica de Campinas, SP – na época o “estado da arte” em termos de manufatura de ônibus integrais – os modelos da família O-370 exibiam um atrativo visual, trazendo um novo patamar de qualidade e acabamento, tanto externa como internamente.

Este anúncio nos foi enviado pelo amigo André Giori, que tanto nos ajuda na construção deste espaço.

10 ideias sobre “Mercedes-Benz O-370 – 1985

  1. BOA NOITE

    UM DOS PONTOS MAIS CHAMATIVO DO O-370 ,FOI O SILENCIO E A MACIEZ AO RODAR, DETALHE QUE ERA UM ATRATIVO PARA OS SERVIÇOS LEITO ,UM DOS DETALHES QUE O DEIXAVAM MAIS SILENCIOSO ERA A DISTANCIA DA TUBULAÇÃO DO ESCAPAMENTO DA CARROCERIA, ALIADO AO TIPO DO ASSOALHO ,DE MADEIRA COM REVESTIMENTO COM TIRAS DE BORRACHA, TAMBÉM CONTAVA COM A FIXAÇÃO DAS JANELAS , ONDE AS CANALETAS ERAM MAIS JUSTAS , PROPORCIONANDO MELHOR VEDAÇÃO ENTRE O VIDRO E AS CANALETAS

    UM DOS PONTOS QUE LEMBRO QUE SEMPRE DEU UM POUCO MAIS DE TRABALHO (lembrança dos tempos da penha….) ERA O ACESSO A ALGUNS COMPONENTES DA DIANTEIRA, COMO CAIXA DE DIREÇÃO E SISTEMA DE FREIOS, DEVIDO AO PEQUENO ACESSO PELA GRADE PROXIMO AOS FARÓIS, A MANUTENÇÃO POR ALI FICAVA MAIS DIFICIL, MESMO QUE ALI TINHA POUCA COISA, MAS O POUCO QUE TINHA DAVA TRABALHO, O BOM ERA A CAIXA DE FUSIVEIS, NAQUELA ENORME PORTA EM BAIXO DA JANELA LATERAL DO MOTORISTA, ESSA FICAVA BEM DISTRIBUIDA, FACILITANDO A INSTALAÇÃO E ACESSO A COMPONENTES ELETRICOS…

    QUANTO A ACABAMENTO E CONFORTO INTERNO, ERA UM SHOW A PARTE, PRINCIPALMENTE FALANDO EM CARROS LEITO, LEMBRO QUE NA PARTE TRASEIRA, PROXIMO AO BANHEIRO, TINHA APENAS UMA POLTRONA, ONDE CABERIA FACILMENTE TRES, DEIXANDO UM ENORME ESPAÇO NA TRASEIRA QUE NÃO PODE SE CONSIDERAR UM ESPAÇO VAZIO, POIS DEIXAVA O BANHEIRO BEM LONGE DO ESPAÇO MAIS USADO PELO SALÃO DE PASSAGEIROS, NO INTERIOR TINHA UMA FILEIRA DE POLTRONAS SOZINHAS (e bem espaçadas) , JA NO LADO ESQUERDO ,FICAVA UMA FILEIRA COM POLTRONAS DUPLAS, ATÉ POUCO ATRAS DO EIXO TRASEIRO, DEPOIS ERA UMA POLTRONA SOZINHA, DEIXANDO ESSE ESPAÇO NA TRASEIRA, ISSO NO CASO DO CARRO LEITO….

    • Puxa, Reginaldo, que bacana!

      Quantos detalhes interessantes, que meros observadores como eu jamais poderiam imaginar. Realmente, a olhos vistos, o O-370 foi um grande salto tecnológico e de estilo em relação ao antecessor O-364.

      Com o 370, a Mercedes finalmente pôde competir em pé de igualdade com Scania e Volvo, pela primeira vez.

      Muito obrigado por seu excelente relato.

      Um abraço.

  2. Meu tio fez um teste neste carro, logo pós lançamento, era carro leito. Ele ressaltou os problemas de vedação e câmbio, que numa versão quebrava muito, de resto, era uma espaçonave.

  3. Tenho um ônibus Mercedes-Benz O/371 -rsd tribus-tecnobus ano 1987,preciso do manual elétrico e mecânico,para fazer manutenção no ônibus. Queria saber como obter ?

    • Caro Edson, desculpe pela demora para responder. Este manual nós não temos, mas quem sabe algum leitor possa nos ajudar? Boa sorte e grato pela visita. Abraço.

    • Caro Jundiacy, deve haver algum engano. Somos um site de literaturas, fotos, manuais de veículos comerciais antigos. Não comercializamos para-brisas. Sugerimos buscar nas casas especializadas. Boa sorte. Abraços.

  4. Ola Evandro, tenho um 370 rs 1985. Meu onibus é suspensao a ar, 6 cilindros turbo, pneus 1100/ 22. Na plaqueta de identificaçao consta RS, mas no documento de porte obrigatorio consta R. Pois bem, um amigo da Murari venda de onibus, por telefone me passou que em 1985 nao saiu 370 R. Por favor, se vc me puder mandar atraves do email essa confirmaçao se for verdadeira, faça isso e quais os 2 modelos que foram lançados neste ano. Preciso ter uma certeza que em 1985 nao fabricaram R, pra que eu possa ver se foi um erro no documento de preenchimento na epoca em que se preenchia a mao. Ele é cadastrado na BIN como R. Na plaqueta de identificaçao consta RS , numero do chassis bate certinho com o do monobloco, ai entao esta minha duvida. Se for possivel me mandar o pedido agradeço d coraçao. Estou no aguardo, obrigado e fique com Deus.

    • Caro Weber, pesquisando as estatísticas oficiais de produção da ANFAVEA, nos relatórios de produção, não consta a separação por versões do O-370. Numa outra fonte, o Guia Especial de Ônibus Brasileiros da Revista Carga, ano 1, Número 11, de julho de 1985, aparecem somente as versões RS e RSD, indicando que o R realmente não existia naquela época. Em nosso acervo, encontramos um bonito catálogo do O-370 R, datado de maio de 1986, aparentemente da época de seu lançamento, segundo o tom do texto. Estamos postando este material nas próximas horas, para seu conhecimento e ajuda. Esperamos ter ajudado. Boa sorte! Obrigado e um abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Complete a conta. *