Mercedes-Benz OM-355 – Manual do Motor – Março de 1978 – Parte 1/3

Hoje trazemos a segunda parte de nossa cobertura do belo evento realizado no dia 11.06, cheap no Sambódromo da capit.

 
Nosso amigo Reginaldo Bernardi compartilhou conosco uma preciosa coletânea de manuais de marcas diversas, shop illness mas principalmente da Mercedes-Benz. Muitos deles, foram usados por seu próprio estimado pai.

A partir de hoje, daremos início às postagens dos referidos manuais.

Começamos com o Manual do Motor Mercedes-Benz OM-355, nas suas versões de 5 e 6 cilindros, aspirado e turboalimentado.

Os motores 355 desta geração foram empregados numa variedade de caminhões da Estrela, tais como LS-1519, L-2219, LS-1924, LS-1924 A, e ônibus, como OH-1419, O-355 e O-364. Os engenhos também tiveram aplicações industriais, marítimas e em máquinas de construção.

Sua modularidade permitia execuções com 5 ou 6 cilindros, com grande intercambiabilidade de componentes. Talvez não tivesse a durabilidade de um Scania DS11, mas era uma máquina confiável.

Ao amigo Bernardi, oferecemos nossa gratidão!

355 0 355 1 355 2 355 3 355 4 355 5 355 6 355 7 355 8 355 9 355 10 355 11 355 12 355 13

116 ideias sobre “Mercedes-Benz OM-355 – Manual do Motor – Março de 1978 – Parte 1/3

  1. AMIGO EVANDRO….

    EU É QUEM AGRADEÇO ESSA OPORTUNIDADE DE ESTAR DIVIDINDO ESSE MATERIAL,E PODE TER CERTEZA QUE VOU ESTAR ACOMPANHANDO TODOS OS POSTS,PRA MIM É UM PRAZER TER ESTES QUE EU CRESCI VENDO,AS VEZES NEM ENTENDIA O CONTEUDO QUE ESTAVA ALI,MAS SABIA QUE SE MEU PAI USAVA ,UM DIA EU USARIA,VALEU A PENA TER CUIDADO DESTE MATERIAL…UM ABRAÇO…

    • Gostaria se possível do manual do motor MBB OM 355/6, manual de oficina e peças . desde já agradeço atenção.

      • Caro Rigoberto, o manual que temos é o que está postado. Infelizmente não temos o de peças, somente este do post. Obrigado e um abraço.

  2. Evandro, um bate papo de motores: O OM-355 não era um motor visto com bons olhos ou é impressão?

    Até hoje, ouvi muitas queixas do 355, especialmente no 1519 e nos onibus 364/365

    Abraços

    • Daniel, tenho a mesma impressão.

      Diziam que, muito bem cuidadinho, podia chegar a uns 400 mil km, antes da primeira reforma. Número inferior aos Scanias e Volvos de mesmo porte, certamente. Eu também ficava cismado com o bloco que não se estendia além da linha de centro do virabrequim, característica reminiscente do antecessor OM-326, e coisa típica de motor para serviço leve. Em contrapartida, eu me divertia com o barulho prolongado da descarga de ar do compressor:
      Frrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrsh!!!

      Um abração.

  3. BOA NOITE A TODOS….
    COMO COMENTOU O AMIGO DANIEL,DE FATO ERA UM MOTOR MAU VISTO…POREM QUANDO BEM CUIDADO TINHA UMA VIDA LONGA,TIVE ESTA EXPERIENCIA NA VIAÇÃO NOSSA SENHORA DA PENHA,ONDE TINHA UMA VIDA UTIL ENTRE UMA RETIFICA COMPLETA E OUTRA DE ATÉ 800.000 KM,E RAROS ERAM OS QUE NÃO COMPLETAVAM ESTA DIGAMOS VIDA UTIL,NO ENTANTO SEMPRE COM UMA CORRETA MANUTENÇÃO

    EM SE FALANDO EM 355/5 A CONVERSA É MEIO COMPLICADA…COMO DIZ UM COLEGA “UM MOTOR CINCO CILINDROS É COMO DOIS CASAIS DANÇANDO E UM MACHO DANÇANDO SOZINHO…”O FUNCIONAMENTO DESTE MOTOR É MEIO “QUADRADO”,É UM SEIS CILINDROS QUE TEVE UMA PARTE DO BLOCO RETIRADA,COM PISTÃO E TUDO…

    NO 1625 E 1630 O CINCO CILINDROS SE COMPORTA UM POUCO MELHOR,POIS EXISTEM VARIAS DIFERENÇAS DE PROJETO ENTRE ELE E O DE SEIS CILINDROS,JA DA PRA PERCEBER PELA NOMECLATURA,NOS DA SERIE 350 SERIA OM-355/6 E OM-355/5,É O MESMO MOTOR VARIANDO O NUMERO DE CILINDROS,JA NA SERIE 440 TERIAMOS O OM-447 COMO SEIS CILINDROS E OM-449 DE CINCO CILINDROS,DEIXANDO CLARO A DIFERENÇA NO PROJETO

    OS OM-355 TERIAM TUDO PRA DAR CERTO…,FLUXO CRUZADO,4 VALVULAS POR CILINDRO,CABEÇOTES INDIVIDUAIS,ENTRE OUTROS…POREM TINHA UM PISTÃO (ou embolo) COM UMA CAMERA DE COMBUSTÃO QUE GERAVA UMA QUEIMA “HORRIVEL”,QUE PROPORCIONAVA UMA ALTA TAXA DE SULFATAÇÃO NO LUBRIFICANTE,PRINCIPALMENTE EM REGIÕES FRIAS OU REGIMES DE ROTAÇÕES BAIXAS,ISSO ALIADO A UM DEFICIENTE SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO,POIS SEU FILTRO LUBRIF. E CARTER ERAM PEQUENOS PRO TAMANHO DO MOTOR,O QUE COMPROMETIA A VIDA UTIL DO MOTOR

    NOS DIAS DE HOJE MUITOS USAM O PISTÃO DO OM-447 NOS MOTRES 355,ESTES COM CABEÇA TIPO OMEGA,NECESSITANDO APENAS ALGUM RETRABALHO NA FACE, PERMITE UM MELHOR ANGULO DE INJEÇÃO E MELHORAM EM MUITO O RENDIMENTO NO MOTOR

    MAIS UM AGRAVANTE DOS OM-355,FICA NO SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO…COMO O AMIGO EVANDRO DISSE,MUITO SE HERDOU DO OM-326,INCLUSIVE O SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO,NO MOTOR OM-355 NÃO ERA O SUFICIENTE,MAS DAVA CONTA,JA NOS OM-355 A,COMEÇOU A FICAR INEFICIENTE,COM A ADOÇÃO DO INTERCOOLER NOS OM-355 LA ,AI É QUE A VACA FOI PRO BREJO…DEIXANDO O MOTOR PENAR QUANDO ERA EXIGIDO UMA TOCADA MAIS FORTE,E ALIADO AO DEFICIENTE SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO,E A MA QUEIMA DE COMBUSTIVEL TORNAVA UM AMBIENTE PROPICIO AO TAL “ENGRIPAMENTO DE CILINDRO”…

    MESMO COM TODOS ESSES AGRAVANTES,SE BEM CUIDADO ERA UM BOM MOTOR,POREM ESTE NÃO TEVE A CHANCE DE EVOLUIR,UMA HISTÓRA BEM INTERESSANTE,REVELANDO O ETERNO CARMA DA MERCEDES NA TERCEIRA COLOCAÇÃO DOS EXTRAPESADOS,MAS ESTE VAMOS DEIXAR PRA OUTRO POST,QUE ESSE JA TA COMPRIDO….

    • Reginaldo, eis mais um comentário valioso!

      Creio que muitos de nós aprendemos bastante com suas explanações.

      Aliás, parece que o engripamento de cilindros não era privilégio apenas do 355. Costumava também visitar os 352 A mais exigidos, não é?

      Outra colocação: os 800 mil km para os bem cuidados ônibus parecem mesmo uma marca muito boa. Eram turbo ou aspirados?

      E nos 1924, 1929, 1934, confirma os 400 mil km, dos quais ouvi falar?

      Obrigado e um grande abraço. Evandro.

      • Evandro e Reginaldo,

        Obrigado pelos comentários! Eu sempre tive impressão do OM-355/5, um engenho com desempenho de OM352 com consumo de OM355/6 (parafraseando o que se dizia do Ford Maverick 6 cilindros – desempenho de 4 com consumo de 8).

        Sei de alguns Mercedes 1519 rodando por ai com mecanica do 1620, aproveitando-se apenas do chassis (aqui onde moro tem um caminhoneiro com um), adquirido a preços baixos (se comparado a um 1518 por exemplo) e mais apto a sobrecargas (tem uns caminhoneiros que trafegam com 27.000kg de carga em cima dos caminhões – eu já vi isso e já recebi essa carga de fertilizante trasportada em um 1519).

        Uma questão que eu levanto: Quando eu tinha meus 10 anos, eu e alguns amigos viamos subindo a Rua Teodoro Sampaio, os vários onibus e caminhões, da porta da escola. Alguns O-364 da extinta CMTC fazia um ruido diferente e subia a rua com mais galhardia que os “originais”. Diziam que era uma experiência adaptando motor Scania. Procede essa informação?

        Abraços

        • Daniel,

          “…Um engenho com desempenho de OM352 com consumo de OM355/6” é ótima! Nunca tinha ouvido.

          Que coisa! Um 1519 com OM-366! Se um dia cruzar com o tal, por favor, este merece umas fotos.

          Intrigantes estes O-364. E olha que tais quais os da CCTC de Campinas, os O-364 11R da também finada CMTC eram, na maioria, dotados de OM-352 aspirado.
          Não me recordo deles com o OM-355/5, disponível também no O-364 12R rodoviário.

          Uma possibilidade que me ocorreu. Podia ser um Cummins 6CT? A Cummins, lutava muito para superar a péssima imagem que tinha do tempo dos V8 504 dos ônibus da Cummins Nordeste (ex-Magirus-Deutz Ianor), tentando mostrar para o mundo “busófilo” que o novo 8.3 era outra máquina, nada a ver com o antigo motor. Nesta empreitada, muitos repotenciamentos foram feitos. A Breda teve vários O-355 e O-364 convertidos, assim como alguns carros do Rápido Zefir Júnior, entre outros. Aliás, a Zefir fazia o transporte dos funcionários da Cummins, nos anos oitenta e noventa. Não raro, este que ora digita, se via a bordo (como pax) de um O-364 Cobrasma CX-201 com Cummins 6CT 210.

          Quando ao Scania no O-364, nunca ouvi nada a respeito. Quem sabe algum amigo que nos lê?

          Abraço.

          • Evandro;

            Perdoe-me, acho que o erro foi meu: Sempre julguei os 364 com motorização única.

            Mas essa questão dos 364 com motorização diferente, isso era fato. Tinha um amigo que era fascinado em ônibus, entendia tudo, conversava e conhecia tudo de ônibus quando tínhamos nossos 13/14 anos. Ele mesmo era um grande usuário do sistema.

            Segundo esse amigo, na época, alguns 364 foram remotorizados (era fato mesmo – era gritante a diferença de ruído desses carros – ao invés do ruído mais ardido do Mercedes original, era um ruído mais suave) e segundo os motoristas, era motor Scania e tinham desempenho superior.

            Outra coisa que me lembrei: Alguns O-362 foram “cortados” pela Caio, aproveitando-se apenas os eixos dianteiros e traseiros, transmissão e motor sobre uma carroceria nova.

          • Daniel, obrigado pelo comentário. Vamos ver se alguém nos ajuda sobre este misterioso O-364 Scania. Talvez tenham existido O-364 com OM-355/5 na CMTC. Na CCTC de Campinas, a frota era 100% OM-352.

            Legal estes estica-e-puxa que os ônibus permitem. Isto me fez lembrar de um antigo faz-tudo dos ônibus numa cidadezinha chamada Tupi, perto de Piracicaba. O nome dele era sugestivo: “Rato”. Ele fazia realmente de tudo. Desde conversões para motor-home, urbano para rodoviario e vice-versa, até “facelifts” em O-362 e coisas do gênero. Talvez inspirado nele que eu tenha rascunhado um 362 “modernizado” à moda dos anos oitenta. Aguarde o post dele.

            Abração.

          • Daniel, que coisa este 1519 OM-366 LA! Caminhões, quase como os tratores, parecem ter infinita sobrevida, sem bem cuidados (ou adaptados, neste caso…). Nunca tinha visto esta invenção que parece bem sensata. Grato pelo link. Abraço e bom descanso.

          • Amigos, o O-364 11 R(modelo urbano) tinha a opção do motor OM-355/5 com 170 cv.

            Porém, já andei num com motor OM-352 mais esperto que o normal para os 130 cv originais do OM-352.

            Depois que eu soube do OM-352 A turbinado com 156 cv, desconfio que esses O-364 11 R, estivessem equipados com essa versão turbinada do OM-352.

  4. BOA TARDE A TODOS…

    E É VERDADE QUANTO AO ENGRIPAMENTO NOS OM-352,ACONTECIAM,PRINCIPALMENTE QUANDO ERAM OM-352 COM A TURBINA ADAPTADA,OS CHAMADOS “TURBINADOS POR FORA”,OS ANÉIS ERAM FRACOS E ACABAVAM POR SE DILATAR COM A PRESSÃO,POUCO TEMPO DEPOIS MESMO NOS MOTORES SEM TURBO SOMENTE SE USAVA OS ANÉIS DO OM-352 A

    TAMBÉM EXISTIU UM PROBLEMA COMUM,NA HORA DE UMA MANUTENÇÃO NO SISTEMA DE ARREFECIMENTO,POR NÃO TER SISTEMA DE SANGRIA NO CABEÇOTE DO OM-352,O CHAMADO SISTEMA DE DESBORBULHAMENTO,ERA NECESSARIO UMA SANGRIA MANUAL,PELO SENSOR DE TEMPERATURA NO CAVALETE DO CABEÇOTE,SE ISSO NÃO FOSSE FEITO FICAVA UMA BOLHA DE AR DENTRO DO BLOCO,AI O ENGRIPAMENTO ERA QUESTÃO DE TEMPO…

    QUANTO AOS 800.000KM…NA SERIE 22.000,ERAM APENAS TURBINADOS,RODAVAM EM TORNO DOS 700.000 KM, JA NAS SERIES 5200, QUE ERAM O-370 E O-371,RODAVAM COM MOTORES OM-355 LA, COM INTERCOOLER, ESSES SEMPRE NA MÉDIA DOS 800,000 KM

    PRA UM ONIBUS É MAIS FACIL ESTA MÉDIA, POIS ALEM DE TER UMA RELAÇÃO PESOxPOTENCIA BEM MELHOR QUE UM CAMINHÃO, SÃO MAIS USADOS EM RODOVIAS,O QUE LHE PERMITE UM MENOR ESFORÇO E MENOS OSCILAÇÃO NA TEMPERATURA DE TRABALHO DO MOTOR, A AINDA EXISTE O AGRAVANTE QUE ESSES CARROS POUCO FICAVAM PARADOS…ENTÃO POUCO RODAVAM COM O MOTOR FRIO,E A BAIXA TEMP. DE TRABALHO É UM DOS MOTIVOS QUE MAIS SE DETONA MOTOR A DIESEL,SEM CONTAR COM MANUTENÇÃO PREVENTIVA…

    JA NOS CAMINHOES A MEDIA ERA MESMO UM POUCO MENOR,ALGUNS ATÉ CHEGAVAM NA CASA DOS 500.000KM,MAS DEPENDIA MUITO DO TIPO DE SERVIÇO QUE ERAM USADOS,COMO NAQUELA EPOCA POUCOS ERAM OS SERVIÇOS LEVES,ERA RARO….

    • Amigo Reginaldo, grato pelos riquíssimos comentários. Apenas um esclarecimento: o que era a “Série 22.000”, a que você se refere? Será que está em algum manual seu que ainda não li…? Agradeço mais uma vez. Boa semana!

  5. BOA NOITE AMIGOS EVANDRO E DANIEL.
    TAMBÉM GOSTEI DA FRASE…”DESEMPENHO DE OM-352,COM CONSUMO DE OM-355/6″…EU SÓ CONHECIA AQUELA DO 1519 “FALTA UM EIXO PRA SER CARRETA E UM PISTÃO PRA SER CAMINHÃO…”

    QUANTO A MECANICA DO 1620 DA 1519 É VERDADE,TA FICANDO CADA VEZ MAIS COMUM MESMO…E UMA PENA,NO MES PASSADO SAIU UM DA CONCESSÃO ONDE TRABALHO,FOI FEITO MOTOR (alias colocado um renov) QUEM SABE NAS REVISÕES QUE ESTÃO POR VIR VOU VER SE CONSIGO FOTOGRAFALO….

    QUANTO AO O-364 DA CMTC ,ESSE VOU FICAR DEVENDO,NÃO TENHO INFORMAÇÃO SOBRE O FATO POR NÃO SER DO ESTADO DE SÃO PAULO,MAS O CUMMINS COMO O AMIGO EVANDRO COMENTOU É BEM CABIVEL…

    AGORA QUANTO A SERIE 22.000 COMO O AMIGO EVANDRO COMENTOU,NA VERDADE É QUE NA VIAÇÃO ITAPEMIRIM E NA PENHA,AS SERIES SÃO CONTADAS PELO PREFIXO DO ONIBUS..CADA SERIE SE FAZ PELO MILHAR DO ONIBUS,E O NUMERO FINAL E SEMPRE IMPAR..EX:

    SERIE 22000 PENHA;ERA UM TECNOBUS, SOBRE A PLATAFORMA DO O-370

    SERIE 20000 DA ITAP.:ERAM OS TECNOBUS III COM EIXO TRASEIRO MERITOR CAIXA ZF E MOTOR OM-355/6 LA

    SERIE 30000 DA ITAP.:O MESMO QUE A SERIE 20000 MAS COM MOTOR OM-447 LA

    AINDA TINHA OS SCANIA ,E VARIAS OUTRAS SERIES…AS COM 4 NUMEROS COMO AS 5200 PENHA 6500 E 6600 DA ITAPEMIRIM ERAM OS LEITOS,OS 40000 DA ITAPEMIRIM E 33100 DA PENHA ( meus preferidos) OS O-400 RSD…

    AS SERIES DA PENHA E ITAPEMIRIM SE FOR PROCURAR DA UM LIVRO…

    UM ABRAÇO…

    • Reginaldo, sensacional esta: “FALTA UM EIXO PRA SER CARRETA E UM PISTÃO PRA SER CAMINHÃO…”

      Nunca tinha ouvido.

      Agora entendi as numerações citadas pelo amigo.

      Isso me faz ter saudades do Tribus com motor NTC-350 e caixa Voith que citei num post…

      Abraços e grato pelo retorno.

    • gostei desta “DESEMPENHO DE OM-352,COM CONSUMO DE OM-355/6″,
      tenho um 2219 87 caçamba 10m³, ando normalmente com asfalto com PBT 23000 a 25000 kg, faz em média 2,0 a 2,2 na faixa de 2000 rpm usando só diesel S-10.
      Não tenho reclamações do motor com exceção de uma quebra de virabrequim a dois meses atras. se fosse adaptar outro motor com certeza seria um Cummins serie C com transmissão 16S.
      Obs.: acho o 366 fraco em comparação ao 355 e serie C

  6. Boa noite, gostaria de pedir a ajuda dos senhores, pois perceb que possuem um vasto conhecimento nestes motores mercedes. Estou pretendendo comprar um motor marinizado (para uso em embarcações), e me ofereceram este motor mercedes 355/6, e me disseram que ele tinha 250cv de potência nominal e que era de um caminhão. Gostaria de saber se existe mais de um modelo 355/6?, pois pelo que vi aqui no manual ele só possui 200cv de potênia, e em relação ao consumo, vocês acham que ele consome muito? Agradeço a atenção e fico no aguardo.

    • Caro Manoelson, existem várias calibrações para o tal motor. Por exemplo, nos caminhões 1924 eram ajustados para 240 cv, e nos ônibus O 364 ficavam em 210 cv. Sem falar das calibrações industriais e marítimas. Não saberia responder quanto ao consumo. Vai depender de como será usado. Fator de carga…etc. Abraço.

      • Bom dia a todos, caro Manoelson, na região de Itajaí / SC (polo de construção naval) os motores Mercedes não são bem vistos, primeiro por seu consumo elevado em embarcações e segundo você vai ter dificuldades em encontrar peças prontas para a marinização . Os mais bem vistos nessa faixa de potencia são os MWM. Abraços.

  7. Gostaria de parabenizar-los pela iniciativa deste Site, pelas postagem e comentários.
    Comprei um ônibus O 364 R 13 / 355/6 (carroceria Marcopolo G4), este ônibus está com 30 anos (1983), está com o motor recém feito (+- 20.000 km) na medida 050. Estou fazendo uma revisão geral na mecânica e após transforma-lo em Motorhome ; como quero deixar em estado de “Zero”, tem um detalhe o qual não me agrada e que todos mecânicos que conversei dizem que é normal “com o motor frio salta uma fumaça cinza ardida” de queima irregular do diesel. Já fiz regulagem e limpeza da bomba e bicos, uso diesel aditivado, etc e ela persiste (faz todo mundo correr da garagem quando ligo).
    Estou fazendo também algumas inclusões e alterações:
    # No sistema de alimentação vou instalar a mais um filtro separador d’água (Racor) e uma aquecedor de passagem do diesel (mantem sempre a 70º C)
    # No sistema de AR estou instalado um filtro secador APU;
    # E a instalação de um servo na embreagem.
    Como não tenho experiencia em motores diesel pesados, gostaria da ajuda e sugestões de vocês se possível. Abraço a todos.

    • Boa noite. Comprei um Mototrhomer , um ônibus mercedes 365 e gostaria de saber qual é o consumo deste modelo??

      • Hélvio, boa tarde!

        O consumo de combustível de seu motor-home vai depender de uma série de fatores, tais como o tipo de motor (OM-352 ou OM-355), a relação do eixo traseiro, tipo de pneus (medidas, e se são radiais ou convencionais), o peso do veículo, a velocidade de cruzeiro, a técnica de direção. Não é fácil determinar a média de consumo sem esses dados. Boa sorte e parabéns pela aquisição. Abraço.

    • “com o motor frio salta uma fumaça cinza ardida” de queima irregular do diesel”
      sugiro o uso de S-10, após varias abastecidas vc sentirá a diferença, moro numa região fria, resolvi o problema de fumaça com a troca do diesel, tenho um 2219 caçamba.

  8. Bom dia a todos!

    Em primeiro lugar quero parabenizá-lo, Evandro, pela iniciativa e a bondade de dividir seu conhecimento nos dando estas informações tão valiosas aos leigos que começam a entrar nesse mundo dos motores O-355. Li ávidamente todos os comentários, porém a minha dúvida, sendo a mesma do Charles, não foi totalmente sanada, com relação a economia e aí coloco alguns fatores para obter sua resposta valiosa pra mim que estou comprando um motor home com esse motor O-355/6. O motor foi feito todinho (não sei lhe informar as calibragens, medidas etc, mas sei que foram gastos aprox. 20.000,00 vinte mil reais, para deixá-lo zero , turbinado). Esse veículo está equipado com 6 pneus 1000, zero radiais sem câmaras, diferencial longo, na velocidade cruzeiro de 100km/h quantos Km por litro ele fará aproximadamente?

    • Heitor amigo, grato pelas palavras! A questão do consumo pode ter infinitas respostas, pois depende de muitas variáveis. Como o tipo de percurso, a topografia, a densidade de tráfego, o modo de condução, a relação do eixo traseiro, o peso do veículo, etc, etc. Note que nenhum fabricante se arrisca a publicar estes dados na atualidade. Do mesmo modo, não me sinto a vontade para precisar o consumo do 355/6, embora acredite que deva ficar numa faixa entre 3 e 4 km/l. O melhor seria você tentar conversar com quem opera este tipo de veículo. Obrigado e um abraço.

  9. boa tarde a todos amigo eú to querendo compra um onibus. mais to čom duvida sobre o motor. do onibus o371 rs čom motor 355/6 čom turbina oú o. do onibus viaggio alto čom motor scania 112 qual e o melhor para fazer viagens de longa distancia abraço a todos e uma boa tarde

    • Caro Samuel, tudo vai depender do estado do carro, de como ele foi conservado, como os motores foram reformados, etc. Em princípio, de longe, parece-nos que o Scania K112 é um carro mais adequado às viagens de longo curso, mas um O-371 RS bem mantido, com o motor OM-355/6 A, também dá conta do recado. Ambos os modelos são veículos rodoviários por natureza, capazes de manter boas velocidades médias em rodovias. Boa sorte e grato pela visita. Abraço.

  10. gostaria de saber se alguem sabe o valor da folga das válvulas de descarga e admissão do om 355/6

  11. boa tarde Evandro obrigado po responder minha pergunta . Mais se vc poder resposder essa eu agradeço um motor 355/6 la turbinado 326 hp com a bomba do motor 447 la. lda toda aberta. pode deixar esse motor com 360 hp. e se nao danifica as perças po ta entrado mais combustivel . obrigado e uma boa tarde a todos

    • Caro Samuel, boa tarde! O OM-355/6 LA é um motor esticado acima de seus limites com 326 ou 340 cv, com ocorrências de superaquecimento e engripamento de pistões. Não creio que seja uma boa ideia tentar tirar mais potência para uso normal. A menos que seja um veículo de competição ou passeio. Grato pela pergunta. Abraço.

  12. Estou deslumbrado com a experiencia de vcs ainda chego lá, mas preciso de uma informação…. Não me resta duvidas que um K112 é melhor que um 355/6, se eu estiver enganado por favor me corrija, além disso eu gostaria de saber qual é e como se coloca a real potencia no motor 355/6 LA para um onibus, e o que é melhor, o volvo B10M ou 355/6 LA, acho q o K112 É melhor que os dois, estou certo? Estou numa duvida danada estou pra adquirir um onibus e tenho essas 3 opções um Nielson volvo B10M 6×2, um Nielson Scania 112 e um Monobloco O371 RSD com o motor O 355/6 LA, se puderem me explicar a vantagem e a desvantagem de um para o outro, desde já obg!

    • Caro Juliano, desculpe a demora para responder. Depende muito do estado do carro, como e quantas vezes o motor foi reformado, etc. Mas de longe, se todos estiverem em boas condições, parece que o K112 realmente é a melhor opção. Boa sorte.

  13. Tenho um mb1519, coloquei agua no radiador e quando fui bater arranque trancou, sera que deu um calço hidraulico??? Se isso aconteceu, por onde entrou agua no cilindro??? Na vareta de oleo nao mudo o nivel. Me ajude porfavor… Obrigado…

    • Caro Dante, boa noite. Desculpe a demora para responder. Se ainda for em tempo…é difícil dar diagnóstico à distância, mas pode ter queimado a junta do cabeçote, dando passagem de líquido de arrefecimento para a câmara de combustão. Vou pedir ajuda para um amigo nosso especialista que sempre colabora neste espaço. Boa sorte. Abraço.

  14. Gostaria de saber, qual são as medidas da regulagem de válvulas da admissão e de escape… Do MB 1934 355/6

    • Caro Adilsom, estou fora de minha base no momento, onde se encontra o acervo do site. Assim que voltar terei prazer de pesquisar, se ainda estiver em tempo… Grato por sua consulta. Abraço.

  15. Olá tenho um ônibus tribus 2 usado muito pela Itapemirim. .o motor é um 355/6 maçarico como falam, troquei o líquido de arrefecimento por conta própria, tirei a mangueira saída do radiador e fechei coloquei água, liguei o ônibus e funcionou normal porém não andei muito com ele, ele fica muito parado pois comprei pra fazer motor hoje mas me digam, tenho que fazer algum tipo de manobra pra tirar algum suposto ar do sistema? Pois apenas tirei a água toda e coloquei líquido novo.pois li mais acima que o motor 355 da ar no cabeçote e esgrima. Grato e me ajudem

    • Caro Anderson, vou deixar sua pergunta para algum amigo mais douto em 355 que eu. Em geral, procura-se sangrar o ar em alguma conexão, mangueira ou bujão no ponto mais alto do motor, ou nos cabeçotes. Veja se encontra algum ponto como este abra-o enquanto o motor funciona e observe a água e as bolhas saindo. Deixe sair até que parem. Tenha certeza de que o motor atingiu a temperatura de trabalho e que a válvula termostática esteja aberta.

      Boa sorte. Abraço.

    • OK, entendido! Aliás, quando puder por favor mande fotos o Tribus. Bela máquina. Somos fãs de motor-homes por aqui. Abração.

    • Caro Luiz, desculpe a demora para responder. A regulagem de válvulas pode ser encontrada nas páginas 16 e 17 do manual. Grato.

  16. gostaria de saber quais as peças que devo trocar para transformar um motor 355/6 la 1934 para 355/6 la 1933 pois o bloco é o mesmo

    • Cara Fabiane, o motor OM-355/6 LA que equipava o LS-1934 tinha várias modificações em relação ao do LS-1933. Entre elas: turbo com compressor de maior diâmetro, intercooler aperfeiçoado, bomba injetora com amortecedores de pressão e pressão de injeção alterado de 175 para 200 bar, pistão com primeiro anel trapezoidal e revestimento especial e bronzinas especiais.

      Esticado além de seu limite, o motor do 1934 tinha fama de ser pouco durável, com tendência ao superaquecimento e ao engripamento de pistões.

      Obrigado.

  17. Olá boa tarde!

    Achei muito interessante a iniciativa desse espaço para trocarmos idéias sobre motores pesados… Tenho um O371-R (355/6), e estou a disposição para quaisquer informação sobre sua operação ok!

    • Caro Gene, boa tarde! Grato pelas palavras e parabéns pelo O-371 R. Quando puder, envie-nos fotos para publicarmos aqui. Um abraço.

  18. Bom amigos apaixonados por motores Om assim como eu; ouvi muito aqui no MT a frase “FALTA UM PISTÃO PRA SER CAMINHÃO”.
    Tive o prazer de ter uma MB 1519 ano 79, porem equipada com motor OM 352 A e o mesmo turbo compressor do OM 366 bomba injetora com LDA com a chamada caixa de cambio raida do 1318 ou 1316, mantendo o diferencial original já comprei assim de um senhor que a tinha muitos anos; me surpreendeu muito o desempenho e consumo geralmente no transporte de defensivos com peso de balança fazia em torno de 4.3 a 4.5 km/l andando entre 80 a 85 KM/H no máximo já no trasporte de grãos que carregava sempre sobre carga normalmente umas 22 ton d carga fazia entre 3 e 3,3 km/l ando entre 60 e 70 KM/h em comparação também tinha um MB 1113 86 já com motor OM 352 turbo compressor original e bomba injetora sem LDA ( Rodas 10 furos Freios a ar)no mesmo tipo de trabalho fazendo em media 5 km/l com peso de balança e velocidade media de 90 a 100 km/h ja no transporte de grão com sobre peso em media 21 toneladas fazia de 2.5 a 2.8 km/l com velocidade media entre 45 e 55 km/h uma mudança brusca segundo especialista fruto do diferencial longo, lembrando que não temos serras rodamos em chapadão. Um grande abraço a todos e parabéns pela pagina!

    • Caro Sioney, grato por sua valiosa contribuição. Muito interessantes suas informações. Um abraço.

  19. Bom dia. Por favor quero saber como instalar bomba injetora motor mercedes OM 355/6. Se você poder me orientar agradeço.

    Abraços

    Obrigado

    • Caro Ronaldo, tudo o que sabemos é o que está no manual postado aqui no site. Boa sorte. Um abraço.

  20. Estou na pesquisa da compra de um Ônibus, a minha procura é pelo Carroceria da Marcopolo e os chassis com valores mais em conta é o Volvo B10M e em seguida o Mercedes Bens O400 rs ou O500. Quais dos dois seria a melhor opção de consumo e manutenção. Qual consumo km/L são desses motores? Muito Obrigado pela ajuda.

    • Caro amigo, ambos os modelos são boas opções. Vai depender do estado e das condições de preço de cada um. Quanto ao consumo, é difícil precisar sem saber a rota, o peso e o estilo de condução. Obrigado.

    • Caro Gene, em geral, a fumaça clara quando o motor está frio é indicativo da formação de hidrocarbonetos, gases poluentes que são regulamentados por lei. Por isso, os motores modernos (Euro 3, Euro 5) praticamente não emitem fumaça visível, mesmo frio.

      Se a fumaça clara permanece depois de quente, pode ser uma indicação de desgaste de anéis ou retentores de válvulas.

      Grato pela visita.

  21. Evandro, agradeço sua resposta, consultei profissionais do assunto pessoalmente e bate certinho seu esclarecimento da fumaça a frio do Motor 355, mas o meu bus ta tudo ok, só sai essa fumaça qdo está frio mesmo, esquentou ele para aos 75… 80 graus. Valeu!!!

    • Caro Gene, infelizmente não tenho esta informação sem pesquisar. Um abraço e grato pela visita.

  22. Evandro, encontrei… Atenção pessoal: N. do chassi fica na longarina traseira lado direito do motor.
    N. do motor (355/5) intercalado, fica no bloco bem na frente do lado direito atrás da polia central.

  23. olá amigos, sou novato de motores a diesel tenho um sonho louco de montar um motorhome (casa sobre rodas) e sou apaixonado pelo MBB O-371, vi que a maioria vem equipada com o motor OM355/5 ou 355/6, gostaria de saber como é a manutenção desses motores em relação custo beneficio, lembrando que o carro terá poucas saidas (comparado a onibus comercial e caminhão) porém com pegadas de (em média) 4.000 km rodados numa viagem. desde já agradeço

    • Caro Fabio, acho que não haverá problema algum. Os OM-355 foram projetados para cargas bem maiores que a que ele encontrará no motor-home.
      É só cuidar bem dele, com adequada troca de filtro e adoção de um óleo de boa qualidade (ideal API CH-4, com folga). Boa sorte e boas aventuras!

  24. Fábio, tenho um O-371 R – OM355/5, motor muito bom, fácil de lidar, esse motor tem feito uma média de 4 km por 1 lt de diesel, tenho feito todas as trocas de filtros, óleo, e outros ajustes de praxe, do todo com ele as finais de semana, um carro muito bom pra motorHome!

  25. Olá, pessoal. Gostei muito dos comentarios postados aqui e gostaria, que se possivel me ajudasse na compra de um onibus. Não tenho nenhuma expencia, mas quero comprar um onibus que me foi oferecido, é um nielson ano 86, como motor 355/6 turbinado, o carro estar todo reformado e como motor feito a menos de 1 ano, o que eu devo observar no onibus antes de fechar negocio?
    Meus parabéns a todos pelas postagens e aguardo comentarios.

    • Caro Milton,

      Além dos requisitos legais como numeração de chassi, multas, situação do Renavam, etc., etc., um dos pontos que se deve tomar especial cuidado nos monoblocos Mercedes é quanto à corrosão. Suponho que se trata de um O-364 ou um O-370, correto? É fundamental verificar minuciosamente a parte inferior do monobloco, pois a corrosão ataca de dentro para fora.

      Quanto ao motor, verifique a quantidade de fumaça branca depois de quente, que pode ser sinal de anéis gastos. Verifique se tem algum histórico de reformas e das revisões de bomba e bico que costumam ser mais caras.

      Verifique o estado geral quando a vazamentos e o sopro do cárter, no respiro do motor. Um pouco de sopro é normal, mas não pode ser muito intenso, acompanhado de vazamento de gotas de óleo. Verifique as folgas do sistema de seleção de marchas e do sistema de direção. O ideal é rodar em estrada e ver se tem alguma tendência direcional, ronco de diferencial, etc.

      Boa sorte. Abraço.

  26. Sr. Milton,

    Interessante aquisição deste ônibus, uma vez que ele se encontra nestas condições, motor novo e todo reformado, este ônibus pra serviços locais como: Escola, igreja, e eventos é muito bom, só lembrando que no caso de São Paulo, existe a ZRMF, ou seja, algumas restrições para circular na área central e suas adjacências ok!

    Boa sorte!

  27. Bom dia a todos.
    gostei muito deste fórum, tenho um 371 r (errinho), ele esta muito bom e bonito, uso para levar o pessoal da minha igreja a eventos, e de vez em quando pego uns trabalhos nos finais de semana, agora depois de 1 ano com ele, consegui deixa-lo como queria, manutenção toda em dia, pneus novos, enfim é um carro muito bom e econômico e silencioso.
    a partir de hj estarei frequentando mais este fórum que tenho certeza que me trará muitas informações importantes.

    bom dia a todos

  28. tenho um grupo gerador que foi montado com um motor om 355.

    ele não segura carga total que deveria ser de 400 amperes hoje com 250 amperes ele esquenta muito vai a 95 graus

    ja aumentei o aftercooler e também aumentei o radiador e continua esqentando
    podem me ajudar.

    • Caro Paulo, pode parecer óbvio, mas já verificou a válvula termostática e o próprio indicador de temperatura. Vamos começar pelas coisas mais simples. Abraço.

  29. Pessoal quero dar uma informação interessante sobrei o novo Diesel S-10. Lí no Manual de especificações de diesel no site da Petrobrás e descobri que os motores antigos de ônibus e caminhão (até 2012) podem ser abastecidos com o S-10 sem problemas, uma das melhorias do seu uso é a diminuição da fumaça branca, e outras como, melhor desempenho do motor.

  30. Amigo Evandro, poderia me explicar qual é a diferença de um motor de alta rotaçao pra baixa rotaçao? o motor 355/6 é de alta ou baixa rotaçao? abr. Vilson.

    obrigado pelas informações.

    • Caro Vilson, em simples termos, os motores diesel de baixa rotação são aqueles que operam numa faixa de rotação governada até 3000 rpm. Os diesel de alta rotação operam acima disto. Este limite não é exato assim, mas esta barreira implica em sensíveis diferenças de projeto. Dessa forma, o O-355 é um diesel de baixa rotação. Grato.

  31. Caros colega gostei muito de ter conhecido esta pagina
    para que nossas duvidas sejam tiradas obrig

  32. Bom dia Evandro!
    comprei um onibus de motor 371 Rs ou 355/6 turbinado,
    E preciso sabe quantos litros de oleo de motor ele
    cabe no carte Desde de já agradeço a sua atenção
    obg.e ate a proxima.

  33. tenho um marcopolo viagio ano 88 montagem mercedes esta com motor 355/5 com cambio de 6 marchas montei um motor homer e a media de consulmo e d 2.5 por litro na media de 90 h esta uma media boa de consulmo ou tem como melhorar .grato

    • Caro Deives, tudo depende da forma de dirigir, de como troca de marchas, do peso do motor-home e do tipo de trajeto. O consumo me parece exagerado de qualquer modo. Um bitrem de qualquer marca com 57 toneladas faz médias parecidas hoje em dia, sabendo tocar com carinho e pé leve. Abraço e boa sorte!

  34. queria saber do uso do onibus 0371 rs motor traseiro na via de terra em um perímetro de 20 km de ida e 20 km de volta , ele aspira muito poeira , porque me disseram que não é um bom carro para trab alhar em estradas de chão ?!

    • Caro Zaqueu, existe mesmo este tabu que monoblocos e estradas não pavimentadas não combinam. Depende de como será utilizado, com cuidado em baixa velocidade, com manutenção adequada, ou não. Temos um exemplo aqui no site de um O-362 que opera na região de Garça-SP, rodando diariamente em estradas de chão, sem qualquer problema, aparentemente, de acordo com as imagens que revelam sua boa saúde, apesar de todos os anos de batente. Obrigado pela visita e boa sorte.

  35. amigo Evandro,devagarinho vou conhecendo o motor 355/6. ja aprendi regular valvulas, percebi tambem q andar com combustivel baixo no tanque entope muito o sistema da bombinha ocasionando muitas entrada de ar. trokeio o tanque, aprendi a andar com ele na manha pq no começo quando peguei era uma problemaida de valvulas de freio e de ar tambem trocava reparo sempre. o bicho é igual moça tem q ser na manha rs mais enfim … sabendo trabalhar vai… obrigado pela atençao

  36. boa noite estou pretendedo comprar um caminhao pra trabalhar no plantio de cana de açucar me apareceu 2 caminhaoes —- um 2219 ano 80 e um 2220 ano 90 agora uma duvida os motores sao iguais ou tem alguma diferença entre eles o que eu sei e que o 2219 tem um motor de 5 cilindros nele o 2220 marca que ja foi trocado o motor mas eu nao vi ainda que motor esta colocado mas entre 2219 e 2220 qual a diferença grato aguardo uma resposta

    • Caro Edson, o 2219 e o 2220 são exatamente iguais, exceto pela nomenclatura. Em 1987, buscando aumentar os preços, todas as montadoras lançaram “novos modelos”, somente para poder driblar o congelamento do governo federal. Assim, a partir daquele ano, o 2219 desapareceu, dando lugar ao 2220. Boa sorte na compra. Abraço.

  37. outra pergunta pra trabalho pesado qual o consumo destes motores em relaçao ao 2213 todos traçados grato

    • Edson, o consumo é difícil de se estimar à distância, sem saber das condições de operação (trajeto, carga, com ou sem julieta, tempo de marcha-lenta, tipo de motoristas, etc.). Grato.

  38. Ola amigos excelente saite Parabéns. Tenho um mb 1929 turbinado 6 cilindros. Mas no RJ temos dificuldades de algumas peças com isso resolvi vender mas tenho medo de me arrepender esse motor é indicado pra caminhão caçamba? Ideia poderia formar um grupo zap pra proprietário desses motores

    • Olá, José.
      Desculpe-me pela demora para responder. A temperatura normal de trabalho fica entre 80 e 95 graus C.
      Grato pela visita.

  39. Olá Evandro comprei um MB 1113 / 1986 com a mecânica do 1518, está com aproximadamente 10 mil km, paguei 55 mil, o que podes me dizer sobre ele, achas que fiz uma boa compra. Obrigado. Abraço.

    • Caro Orisau, bom dia. Fica difícil dizer baseado em duas linhas, sem ver o estado do caminhão.Pode ter sido uma ótima compra, como pode ter sido um fiasco. O fato de ter 10 mil km também pode ser uma boa notícia, mas se o motor não tiver sido bem feito, o que espero não ser seu caso, poderá ter problemas mais para a frente. De qualquer modo, torço para que tenha feito um excelente negócio. Abraço.

  40. hola ! quisiera saber cuantos kg llevan los tornillos de tapas de cilindro ? y como es que se regula valvulas al om 355/5 y la luz que llevan , tengo un 1521 .

    • Hola Bernardo, todas estas informações estão no manual. O torque das “tapas de cilindros” está na página 37. Se não conseguir encontrar, terei prazer em ajudá-lo.

  41. boa noite, gostaria de saber qual diferencial é usado nos monoblocos O-371 R de 1992?? era o msm da 1519???
    abraços

    • Olá, Guilherme. O ônibus O-371 R de 1987 usava o eixo HO-4/23 D-10, com relação de redução 3,727:1 (41:11). Não tenho informação do modelo 1992, mas talvez seja o mesmo eixo. O caminhão 1519 usava um eixo mais parrudo, o HL-5/2 D-10, com relações 4,875:1 (39:8), ou 5,625:1 (46:8).

      Grato. Abraço.

  42. Bom dia tenho um trator D50 Komats com o motor (OM 352 TURBINADO MERCEDES ) queria saber mais informações sobre o motor dele, por que ele estar com uns vazamentos queria ficar por dentro pelo manual…
    não estou achando o manual dele, podem me ajudar?

  43. Boa tarde amigo.
    Excelente site Parabéns.
    Tenho um Viaggio alto 3 eixos, chassi O-370 RSD motor 355/6 turbinado e inteinterculado.
    Ao subi a serra ontem o mesmo esquentou muito mesmo subindo em 3° marcha, parei no posto para verificar e o reservatório de agua não estava sobre aquecido, então achei que pudesse ter um problema com o sensor de temperatura. Ai foi meu maior erro 150 km depois o ônibus veio a parar. A mangueira de água que alimenta o cabeçote derreteu.
    Esperei o motor esfriar por 1 hr troquei a mangueira e abasteci com água e depois de meia hr dei partida mas fazia um barulho parece ser cilindro engripado, vazava água pela lateral do bloco provalvel que estorou o selo.
    Alguém sabe me dizer se isso aconteceu por aalgum problema com a válvula termostatica?
    Fico no aguardo.
    abrsç.

  44. Caro Evandro

    verdadeiro achado essa sua pagina!!!! Pena eu não te-la encontrado antes.Penso ter realizado um sonho antigo. Comprei ,após muita análise,um onibus MBB 90 355/5 .penso não ter sido mto feliz em minha compra . O carro estava parado à mais de 2 anos. Deduzi que, por isso, a sua mecânica estaria mais nova dois anos ou, pelo menos, menos gasta Ao funciona-lo, não assoprou nem fumou. Tava ´´redondo` .Ao traze-lo de Guarulhos p/ S~ao Carlos o “mecãnico“ achou que nâo era nessessario trocar o oleo do motor. ERa só 240 km.Após + ou– 60 km começou um barulho no motor e foi aumentando Parou depois de Campinas ;acabou de chegar no guincho.Constatei que soltou una sede de válvula e azulou as 3 primeiras bielas Ta 050 ;os mancais estão bonitos.Não danificou os cólos A questão é: vale a a pena monta-lo? Ou retificar? Depois daquela:“desenpenho do 364 e consumo de 366“, fiquei preocupado.; embora o relato do Sidnei Matos me ani mou um pouco. Quanto deve fazer esse motor c/ 1 litro de diesel ? vc pode me dizer qto pessa esse carro? Atè agora ninguem foi capaz de me informar o peso dele. Vai andar vazio.Mais ou menos12 bancos umas camas , um fogão,e dois velhos de 71 e 70 anos. Devo pensar num 355/6 ? Ou desistir do sonho?
    A proposito, paguei R$9600,00. A funilaria eu mesmo faço;ela e os pneus, vidros,chicote eletrico estavam no meus calculos Devo fazer limpeza de radiador ?
    Apreciaria mto a sua opinão e ajuda dos universitarios. Essa sua página é uma verdadeira aula erudita de motores antigos. parabens, parabens!!!!
    Espero ser digno de sua resposta.

  45. olá amigos, gostaria de saber se tem alguma diferença nos motores om 355/5 do inicio da de cada de 80 para os do final da década de 80 e inicio de 90 (371), já ouvi falar de um tal chuveirinho, se houver são perceptíveis externamente? sobre a troca da água como fazer para evitar a formação de “bolhas” no sistema? tem um post que fala da deficiência na queima de diesel que gera fumaça branca ardida, não ficou claro se essa deficiência é do motor ou de apenas um pistão. E como faço para saber qual a bomba injetora correta para o motor 355/5 turbinado, onde consigo alguma informação mais especifica sobre a bomba injetora?

  46. Bom dia,

    Temos um caminhão 1519, motor 355/5 , e não conseguimos trabalhar, pois dá entrada de ar direto. Preciso de ajuda, pois os mecanicos aqui da nossa cidade não consegue descobrir .

    Grata

  47. eu vi um O-364 também tem o motor O-355. e vi uma foto de um mb O-400 da viação águia branca. os primeiros O-371 foram comprados da viação águia branca há 90 anos. eu acredito que O-365 tem motor bem forte e ronco grosso.
    os F-112 HL e F-113 HL tem ronco grave. um caminhão mb 1924 tem mesma função do mb O-364, tem motores idênticos. e eu vi uma foto de MB LP-321
    antigo com motor suave e baixo. o primeiro modelo de ônibus, foi a carroceria de madeira. tinha um motor pequenininho e ronco baixinho…… eu já andei no mb of-1721 o novo, tinha um ronco suave e grave.

Comentários encerrados.