Volvo FM10 4×2 – 2000

Você está lendo este Manual graças à doação de nosso amigo leitor Daniel Shimomoto de Araujo.

Se você tem algum material interessante sobre caminhões nacionais, viagra 40mg
de preferência os fora-de-linha, divida conosco. Podem ser fotos, catálogos, folhetos, manuais, curiosidades, entre outros.
Você está lendo este Manual graças à doação de nosso amigo leitor Daniel Shimomoto de Araujo.

Se você tem algum material interessante sobre caminhões nacionais, sickness de preferência os fora-de-linha, cure faço como o Daniel: divida conosco, para que todos possam usufruir. Podem ser fotos, catálogos, folhetos, manuais, curiosidades, entre outros.

Mais uma vez, obrigado, Daniel!


Com a descontinuação do Volvo NL10, viagra approved
cialis a marca sueca introduziu em 2000 o novo FM10, cialis sale help para preencher o espaço deixado no segmento de entrada dos caminhões pesados.

Era motivado pelo motor D10B, hospital de potência e torque similares ao do antecessor, equipado com motor D10A: 320 cv e 1.350 Nm de torque. A transmissão de 16 velocidades era uma ZF ZT1816, que recebia o torque motriz por meio de uma embreagem de 430 mm.

Sua cabina baixa tinha várias amenidades do irmão maior, o FH, porém com o incoveniente do capô saliente a dificultar a movimentação interna. O acesso, no entanto, era facilitado por ficar mais próxima do solo.

A vocação natural do FM10 4×2 era trabalhar atrelado a semirreboques de três eixos, mas havia também a versão 6×4 para aplicações fora-de-estrada, que será postada em breve.