Volvo NL10 e NL12 – Março de 1989


Boa noite!

As transmissões Clark da Série 280, order de cinco velocidades à frente e uma á ré, viagra  equiparam uma variada gama de caminhões leves, ailment médios e semi-pesados da Chevrolet, Dodge, Fiat Diesel, Ford, Puma e VW, durante os anos setenta e oitenta.

A Clark acabou sendo adquirida pela Eaton, que adotou sua linha de produtos, então batizada de CL (que substituiu as 240V, 280V, e outras) e as desenvolveu, dando origem às novas transmissões da gama FS, que equipa inúmeros caminhões de fabricação nacional, nos dias de hoje.

O manual aqui postado, de janeiro de 1984, refere-se à linha aplicada nos caminhões VW, com seu sistema de trambulador original, com alavanca de mudanças longa, antes dos tempos de Autolatina, quando os caminhões VW ganharam o sistema de alavanca curta e mais precisa do Ford Cargo, uma grande melhoria.

A caixa básica é a mesma para vários modelos de caminhão, conforme citado acima, e o sistema de trambulador com comando à distânica, claro, é específico dos VWs.

Esperamos que seja útil para quem vai reparar ou reformar estas transmissões.

Abraço!


Para melhorar a competitividade de seus modelos de cabina convencional da Série N, page
seek com motores de 10 e 12 litros, purchase em 1989 a Volvo lançou a linha NL, com diversos aperfeiçoamentos, a partir de uma nova posição do motor, avançada em relação aos N10 e N12 originais.

Esta nova posição do trem de força, que melhorava a distribuição de carga, com maior balanço dianteiro, demandava um capô alongado, com faróis retangulares e indicadores de direção integrados, seguindo o visual dos modelos da Volvo White norte-americana da época. O painel de instrumentos era novo também, assim como uma série de outros itens.

Os últimos NL saíram da linha de montagem de Curitiba, no início de 1996, para dar lugar aos novos modelos NL EDC, com motor gerenciado eletronicamente e mais melhorias na cabina e no chassi.

 

 

 

4 ideias sobre “Volvo NL10 e NL12 – Março de 1989

    • Obrigado, amigo Giori! Agradeço também por suas frequentes colaborações para que todos possam apreciar. Um grande abraço, Evandro.

Comentários encerrados.